Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi

Casa-Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo

- Informamos que as Galerias Diogo de Macedo se encontram temporariamente encerradas ao público, para remodelação -

Edifício oitocentista de aspecto regional, com um pátio povoado de obras de arte. Uma ampla escadaria dá acesso ao andar superior. Foi construída em 1895, séc. XIX, projecto do arquitecto José Teixeira Lopes, para residência e oficina de escultura. 
Actualmente é Casa-Museu, detentora de valiosas obras de arte e de uma colecção importante de esculturas de bronze, mármore e maquetas de gesso da autoria de Teixeira Lopes (1866-1942).
Introdução

A Casa-Museu Teixeira Lopes é composta por duas unidades complementares:
a) a casa que foi de Teixeira Lopes e se mantém musealizada, de acordo com a tipologia de Casa-Museu; 
b) as Galerias Diogo de Macedo, em edifício anexo, de construção mais recente, inauguradas em 1975, no decorrer da doação de grande parte da obra colecção deste artista, à Câmara Municipal de Gaia.

As Galerias são entendidas como núcleo museológico da Casa-Museu, sendo que as colecções de ambas as unidades permitem na sua globalidade uma visão abrangente das artes visuais do século XIX e das primeiras décadas de XX.

Trata-se de um museu tutelado pela Câmara Municipal de Gaia, de vocação temática na área das artes plásticas e cujo acervo compreende as obras dos escultores António Teixeira Lopes e Diogo de Macedo e as colecções por eles reunidas.
Historial

As origens da Casa-Museu Teixeira Lopes remontam a 1933, quando o Mestre delibera a doação da casa e todo o seu espólio ao município de Vila Nova de Gaia.

O edifício começou a ser construído nos finais do séc. XIX, destinado a residência e atelier de António Teixeira Lopes, que aí viveu até 1942. O autor do projecto de arquitectura da Casa foi José Teixeira Lopes, irmão de Teixeira Lopes.

Na casa, que se divide em espaços de residência e trabalho, permanece o mobiliário original, os originais da obra do escultor (em gesso, mármore, bronze e vários desenhos a sanguínea, carvão, lápis e sépia), bem como obras de outros artistas na escultura (exemplo de Soares dos Reis e Oliveira Ferreira), e na pintura (como Gustavo Doré, Vieira Portuense, etc.). A Colecção é extensa, englobando também faiança portuguesa e estrangeira, tapeçarias, mobiliário e pequenas colecções de arte decorativa.

Instaladas num edifício anexo ao atelier de Teixeira Lopes, as Galerias têm origem no acordo estabelecido entre a Câmara Municipal de Gaia e a viúva de Diogo de Macedo que, cumprindo o desejo do marido, doou grande parte da obra e colecção do artista.

As Galerias foram inauguradas em 1975, No princípio de 2001, iniciaram-se obras de melhoramento e remodelação nas Galerias Diogo de Macedo que levam à sua re-inauguração em 2004. Incluídas também neste processo, estão as obras de uma parte da Casa-Museu.

Colecções

As Colecções de Arte existentes na Casa-Museu Teixeira Lopes e nas Galerias Diogo de Macedo enquadram, essencialmente, Pintura, Escultura e Artes Decorativas.

Pintura
Na Casa-Museu Teixeira Lopes podem encontrar-se obras de pintores nacionais como Vieira Portuense, Vieira Lusitano, Domingos Sequeira, Silva Porto, Sousa Pinto, Marques de Oliveira, José Malhôa, Veloso Salgado, António Carneiro e Acácio Lino, e estrangeiros - Gustavo Doré, Pillement, João Glama Ströberle, Rodin, entre outros.
Galerias Diogo de Macedo: Abel Salazar, Sarah Afonso, Almada Negreiros, Dário Guimarães, Amadeo Souza Cardoso, Modigliani, Sousa Costa, Francisco Franco, Emérico Nunes, Joaquim Lopes, Domingos Sequeira, Heiitor Cramez, Frederico Aires, José Tagarro, Manuel Bentes, Milly Possoz, Diego Rivera, Domingos Alvarez. Álvaro de Brée, Barata Feyo e Leopoldo de Almeida.

Escultura
Encontra-se, na Casa Museu, a vasta Obra de António Teixeira Lopes, assim como obras de Soares dos Reis, Oliveira Ferreira, Joaquim Gonçalves, José Sousa Caldas, José de Sá Lemos, Carlos Meireles e Manuel Teixeira Lopes.
Galerias Diogo de Macedo: Escultura do próprio artista e de Correia Dias, Barata-Feyo, Álvaro de Bree, Victor Brechret, Fernando Caldas, José Sá Lemos, Júlio Pomar e Manuel Teixeira Lopes.

Artes Decorativas
Podem contar-se centenas de peças vindas das diferentes fábricas de cerâmica gaiense como: a Fábrica das Devesas (à qual pertenceu o pai de Teixeira Lopes), A Fábrica do Carvalhinho, Fábrica do Cavaquinho, Fábrica da Afurada, Fábrica Stº. António do Vale de Piedade, Fábrica da Fervença, Fábrica da Bandeira, Fábrica de Louça do Senhor D'Além, Fábrica da Torrinha, Fábrica do Cavaco, Fábrica Pereira Valente e Fábrica de Cerâmica Soares dos Reis.
Galerias Diogo de Macedo

A Colecção de Artes Decorativas das Galerias reúne peças dos séculos XVI a XX. Encontram-se: Figuras de Presépio Machado de Castro, marfins indo-portugueses, porcelanas brancas chinesas, bronzes de Macau, mobiliário holandês e italiano, cerâmica da Companhia das Índias, Caldas da Rainha e Estremoz.
Oficinas
As Oficinas da Casa-Museu, correspondem aos ateliers onde o Mestre Teixeira Lopes trabalhou e esculpiu.
Actualmente, muitos escultores nacionais trabalham e criam nestas oficinas. Também aqui entregam o seu trabalho para que seja modelado e redimensionado para o tamanho encomendado.
De facto, cerca de 90% da estatuária produzida em Portugal, que povoa jardins e parques nacionais e internacionais, sai deste espaço de características únicas de inspiração e execução.
Serviços

A Casa-Museu Teixeira Lopes/ Galerias Diogo de Macedo disponibilizam os seguintes serviços, aos seus diferentes públicos:
acolhimento;
exposição: permanente e temporária;
apoio à investigação;
apoio à produção artística;
actividades educativas.
Na Exposição Permanente da Casa Museu, podem ser vistas e estudadas diferentes temáticas como a pintura, o mobiliário que caracteriza uma época e uma belíssima colecção de cerâmica que reúne o produto das várias fábricas de cerâmica gaiense. A exposição é objecto de visitas guiadas e orientadas.
O Serviço Educativo desenvolve o programa á volta do tema central que é a Escultura. Teixeira Lopes, como exemplar escultor, inspira e motiva as escolas (básicas, do secundário e superiores) cujos alunos vêm experimentar e criar esta arte nas Oficinas da Casa, à semelhança do Mestre.
A arquitectura da Casa, é um pólo de atracção para estudantes de Arquitectura, aos quais é dado apoio complementar através dos projectos e plantas disponibilizados.
Também a Academia Sénior ocupa, periodicamente, alguns espaços da Casa Museu para leccionar cursos de pintura e escultura.
No Centro de Documentação pode ser consultado, sempre que solicitado, o acervo bibliográfico reunido por Teixeira Lopes.
O serviço da Loja disponibiliza material informativo e expõe algumas réplicas das obras de Teixeira Lopes, bem como bibliografia relacionada com o escultor e o acervo da Casa Museu, que poderão ser adquiridas.


Horário:
De terça a sábado – 09h00-12h30 | 14h00-17h30
Encerra aos domingos, segundas-feiras e dias feriados: 1 de Janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 24 de junho e 25 de dezembro.
Lotação limitada de acordo com as normas DGS. Uso obrigatório de máscara.

Visitas Acompanhadas:
Terça a sábado: 09:30 | 10:15 | 11:00 | 11:45 | 14:30 | 15:15 | 16:00 | 16:45

Ingresso: Gratuito
Contactos
Morada: Rua Teixeira Lopes, 32
4400-320 Mafamude
Ver mapa

Tel: 223 742 904
E-Mail: casamuseuteixeiralopes@cm-gaia.pt 
Como chegar: 
Autocarros - STCP - Linhas: 900, 904, 905
Comboios - Estações Devesas ou General Torres
Metro - Linha D (Amarela) - Câmara Gaia