Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi

Vila Nova de Gaia é um concelho que pelas suas tradições, possui festas e romarias recheadas de rituais e animação, características destas manifestações populares e que se distribuem pelos diversos meses do ano.
Longe vai o tempo em que os romeiros saíam de manhã cedo com a merenda previamente preparada, trajados a rigor com vestes que caracterizavam a ruralidade do concelho. Contudo, a imensa fé e devoção incutida nas gentes de Gaia faz com que estas festas e romarias permaneçam com o mesmo entusiasmo das festas de outrora.

Romaria de S. Gonçalo e S. Cristóvão



Com características muito peculiares, a Romaria de São Gonçalo é a primeira romaria que se realiza no ano. Composta por três grupos de festeiros, um da freguesia de Santa Marinha e dois do Lugar da Rasa da freguesia de Mafamude. Ambos os grupos desfilam pelas ruas da cidade com as figuras e respectivas cabeças de S. Gonçalo e S. Cristóvão, levando atrás destes, milhares de peregrinos que, a cantar e a apregoar dão a esta romaria um cariz mais pagão que religioso.
Local: Mafamude e Santa Marinha
Data: 1º Domingo depois do dia 10 de Janeiro

Romaria do Senhor da Pedra



A Romaria do Senhor da Pedra realiza-se no Domingo da Santíssima Trindade e tem a duração de 3 dias, culminando com a procissão na Terça-Feira.
Noutros tempos os romeiros dirigiam-se de manhã cedo em direcção à Capela a pé, por vezes, formando rusgas. As mulheres levavam à cabeça a "condessa", cesta onde aconchegavam o farnel. O homem transportava o vinho em cabaças ou mesmo em chifres de boi.
A romaria, uma das mais cantadas do país, mantém ainda hoje parte da sua tradição, levando ao arraial multidões, reflexo do interesse renovado das populações em reviver um passado cheio de tradições.
Local: Alameda do Senhor da Pedra - Gulpilhares
Data: Domingo anterior às comemorações do Corpo de Deus (entre Maio e Junho)

Festa de S. João




A Festa de S. João, de cariz manifestamente popular, decorre na passagem da noite de 23 para 24 de Junho. Nesta noite a população sai para as ruas devidamente apetrechada com utensílios característicos desta festa, nomeadamente o alho-porro e o martelinho de S. João. 
Por toda a cidade, formam-se multidões que a cantar e a dançar vão desfilando pelas ruas, pausando de quando em quando para se deliciarem com as tradicionais sardinhas assadas acompanhadas de um caldo verde que, particularmente nesta noite, apresentam um sabor especial. No dia 24, feriado municipal, realiza-se a regata dos Barcos Rabelos.
Local: Todo o Concelho e Beira-Rio
Data: 24 de Junho

Festa de São Pedro da Afurada



Afurada é uma vila piscatória cujo santo padroeiro é o São Pedro.
Gente de grande devoção, os pescadores prestam a devida homenagem ao Santo, com toda a pompa e circunstância, onde para além das cerimónias religiosas não falta a tradicional sardinha assada com a típica Broa de Avintes e o Fogo de Artifício. Esta festa atinge o seu auge, aquando da saída da procissão, cujos andores transportam imagens de Santos e Santas de tamanho natural seguidos pelos seus fiéis devidamente trajados com as tradicionais vestes das gentes da pesca.
À passagem defronte ao Rio Douro, procede-se à bênção dos barcos acompanhados pelo toque das sirenes e morteiros.
Local: São Pedro da Afurada
Data: 29 de Junho e 1º Domingo de Julho

Festa da Nossa Senhora da Saúde


A festa da Nossa Senhora da Saúde caracteriza-se pela alegria dos milhares de fiéis que acorrem ao Monte Murado para aí cumprirem as suas promessas e rezarem as suas preces. Recheada de diversões e de gastronomia regional, esta romaria é considerada das maiores festas religiosas de Gaia e do Norte de Portugal.
Local: Monte Murado - Carvalhos - Pedroso
Data: 15 de Agosto

Festa da Broa



Há dezassete anos, nos primeiros dias do mês de Setembro, a Vila de Avintes transforma-se na capital da gastronomia regional, tendo a sua famosa broa como protagonista.
São quatro dias de animação que levam até à conhecida vila das padeiras um elevado número de forasteiros e frequentadores dos improvisados restaurantes, tipo tasquinhas alargadas.
Este certame tem aumentado de ano para ano, tendo o seu prestígio já chegado a várias partes do Mundo, engrossando o número de visitantes estrangeiros.
Local: Avintes
Data: Primeira quinzena de Setembro