Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias e Destaques 20 Fev 2020 Câmara de Gaia prevê apoiar 183 famílias nas rendas de casa Autarquia estima fazer um investimento na ordem dos 323 mil euros em 2020
O crescimento da procura habitacional, motivado em grande parte pelo exponencial aumento do valor das rendas, impulsionou o surgimento, em Vila Nova de Gaia, do Subsídio de Apoio ao Arrendamento (incluído no programa «Gaia+Inclusiva»). Assegurado desde 2018, este apoio permite aos agregados familiares em situação de carência económica (rendimento per capita do agregado igual ou inferior ao valor da pensão social – 210,32€) continuar a cumprir com o pagamento dos encargos habitacionais, assegurando a manutenção da situação do arrendamento. Atendendo à crescente procura deste tipo de apoio, encontram-se, no momento, em lista de espera, para 2020, 183 candidaturas. Caso estes processos tenham enquadramento no âmbito do presente eixo, será necessário um investimento municipal na ordem dos 323 mil euros.

Recorde-se que em 2018, ano de arranque desta medida, foram apoiados 67 agregados familiares, resultado de um investimento de 70 mil euros. Em 2019, o apoio atribuído envolveu um investimento de 180 mil euros, que se repercutiu num apoio efetivo de caráter mensal a 111 famílias de Arcozelo (1), Avintes (3), Canelas (5), Canidelo (18), Oliveira do Douro (5), Vilar de Andorinho (4), Grijó e Sermonde (2), Gulpilhares e Valadares (9), Mafamude e Vilar do Paraíso (33), Pedroso e Seixezelo (1), Sandim, Olival, Lever e Crestuma (3), Santa Marinha e São Pedro da Afurada (23) e Serzedo e Perosinho (4). De realçar, ainda, que, do total da população beneficiária do apoio naqueles dois anos, 69,26% são mulheres e 30,74% são homens. Quanto às tipologias de família, evidenciam-se as monoparentais, compostas por mulheres com menores a cargo (31,53%), seguindo-se os indivíduos isolados (25,23%) e as famílias nucleares com ou sem filhos (14,42%).

Para a Câmara Municipal de Gaia, o apoio ao arrendamento reveste-se da máxima importância, na medida em que permite minimizar os impactos conjunturais do mercado de arrendamento, constituindo uma resposta na procura de alternativa habitacional.