Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Reabilitação da urbanização de Vila d’Este está concluída
Notícias e Destaques 11 Mai 2024 Reabilitação da urbanização de Vila d’Este está concluída Composto por um edificado com 2.085 habitações e 76 estabelecimentos comerciais
 
Numa cerimónia simbólica, decorreu a 11 de maio, em Vila d’Este, o descerramento de uma placa evocativa que assinala a conclusão da reabilitação da Urbanização de Vila d’Este (arranjos exteriores). O objetivo desta requalificação passou por reverter a crescente tendência de desqualificação urbana e social que esta área urbana evidenciava, em particular intervindo sobre os domínios essenciais para alcançar a revitalização social e económica das comunidades mais desfavorecidas.

A urbanização Vila D'Este foi construída entre 1984 e 1986, através de um programa do Fundo de Fomento de Habitação, sendo constituído por um edificado com 2.085 habitações e 76 estabelecimentos comerciais, distribuídos por 109 edifícios. A requalificação justificou-se pela degradação precoce dos elementos de construção, que afetava o ambiente físico e a qualidade de vida dos seus habitantes.

A solução adotada contemplou o revestimento do exterior das fachadas e coberturas, implementando-se novos sistemas de impermeabilização, soluções de isolamento e novos revestimentos, incluindo ainda ações de reabilitação dos espaços interiores comuns. A intervenção incidiu ainda na melhoria da eficiência energética das habitações e na introdução de elementos arquitetónicos que modernizaram o aspeto geral dos edifícios. Tratou-se de uma ação de reabilitação colaborativa, com envolvimento de moradores e dos agentes locais, revelando-se ser um projeto promotor da inclusão social e da qualidade de vida das populações, merecedor do Prémio Nuno Teotónio Pereira IHRU 2016.

Serafim Teixeira, presidente da junta de freguesia de Vilar de Andorinho, ressalvou a importância do trabalho em rede. "Com Vila d’Este mostramos que, graças ao trabalho da Câmara, da Junta de Freguesia e das associações, é possível mudar o que está menos bem. Vila d’Este é hoje uma revolução no que se refere às obras que aqui foram implementadas”, referiu. 

Por sua vez, Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, referiu que esta é a conclusão de um trabalho cuja preparação começou em 2007. "É, por isso, um trabalho transversal a mais do que um ciclo autárquico”, disse. A partir de agora, o objetivo passará por "valorizar e continuar a trabalhar, nunca esquecendo que a pedra e o betão só valem a pena se tivermos também uma componente de apoio social para que as pessoas nas dificuldades tenham uma retaguarda”. No total, o Município de Gaia investiu cerca de 17 milhões de euros nestas requalificações.