Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Concerto de Carnaval
Eventos 12 Fev 2024 Concerto de Carnaval Auditório Municipal de Gaia
Auditório Municipal de Gaia
21h30

"Por trás das máscaras” dá título ao programa com que a Banda Sinfónica Portuguesa vai celebrar a noite de carnaval, sob direção de David Fiúza, no Auditório Municipal de Gaia. M/6.

Programa:

Antonin Dvorak (Nelahozeves-Rep.Checa, 1841-1904)
Abertura de Carnaval op.92 [1892]
Transcrição de José Schyns

Dmitri Shostakovich (São Petersburgo-Rússia, 1906-1975)
Sinfonia n.º 9 en Mib Maior op.70 [1945]
I. Allegro
II. Moderato
III. Presto
IV. Largo
V. Allegretto-Presto 
Transcrição de H.Mertens & Suykerbuyk

Thomas Doss (Linz-Áustria, 1966)
Carnaval [2022]

Camile Saint-Saëns (Paris-França, 1835-1921)
O Carnaval dos Animais [1886]
1. Introduction et Marche royale du Lion
2. Poules et Coqs
3. L’éléphant
6. Kangourous
7. Aquarium
9. Le coucou au fond des bois
12. Fossiles
13. Le cygne
14.Final
Arranjo de Yo Goto

Hardy Mertens (Landgraaf-Países Baixos, 1960)
Carnaval [1989]
Parte V da Sinfonia nº2 "Revelations”

Banda Sinfónica Portuguesa
Com sede na cidade do Porto, a Banda Sinfónica Portuguesa teve o seu concerto de apresentação no dia 1 janeiro de 2005 no Rivoli, Teatro Municipal do Porto.
Ao longo dos anos têm vindo a apresentar-se nas mais importantes salas de espetáculo do nosso país, colaborando regularmente com a Fundação Casa da Música onde é agrupamento associado, com a Ágora, Coliseu do Porto, Fundação Eng.o António de Almeida, Fundação de Serralves e vários municípios. Destacam-se a realização de concertos na vizinha Espanha no Teatro Monumental de Madrid (RTVE) e ainda nas cidades de Pontevedra, Corunha, Ávila, Llíria, Lleganés e participações nos Certames Internacionais de Boqueixón e Vila de Cruces.
O seu repertório para formação sinfónica estende-se desde aos arranjos mais clássicos, obras originais e muitas estreais contemporâneas de compositores como Luís Tinoco, Sérgio Azevedo, Carlos Azevedo, Luís Carvalho, António Victorino d’Almeida, Fernando Lapa, Daniel Moreira, entre muitos outros. De realçar ainda o trabalho camerístico
de vários dos seus grupos e ensembles.
A BSP possibilitou, na maioria dos seus concertos, a apresentação de talentosos solistas nacionais e internacionais, sendo de destacar alguns como Pedro Burmester, Sérgio Carolino, Mário Laginha, Elisabete Matos, Marco Pereira, Jean-Yves Fourmeau, Nuno Pinto, Vicente Alberola, Pierre Dutot, Vincent David, Horácio Ferreira, Rubén Simeó, Raúl da Costa, Vasco Dantas, e vários dos próprios músicos da sua orquestra. Algumas apresentações contaram ainda com a participação de vários coros bem como grupos como a Vozes da Rádio, Quinta do Bill, Quarteto Vintage, European Tuba Trio, entre outros.
Maestros internacionalmente reputados como Jan Cober, José Rafael Vilaplana (maestro principal convidado da BSP), Douglas Bostock, Baldur Bronnimann, Alex Schillings, Eugene Corporon, Ivan Meylemans, entre outros, dirigiram a BSP com enorme sucesso, tendo considerado este projeto como extraordinário e de uma riqueza cultural enorme para Portugal. Aliás, a BSP tem vindo a receber até ao momento as melhores críticas, não
só do público em geral, como também de prestigiados músicos nacionais e estrangeiros. Pedro Neves, Fernando Marinho, Alberto Roque, José Eduardo Gomes, Hélder Tavares, Luís Carvalho, André Granjo, Jan Wierzba, são alguns dos maestros portugueses que dirigiram também esta orquestra.
A BSP obteve em abril de 2008 o 1. º prémio no II Concurso Internacional de Bandas de La Sénia na Catalunha (Espanha) na 1. ª secção e igualmente o 1. º prémio na categoria superior (Concert Division) do 60.º aniversário do World Music Contest em kerkrade na Holanda em outubro de 2011, com a mais alta classificação alguma vez atribuída em todas as edições
deste concurso que é considerado o "campeonato do mundo de bandas”.
Em 2014, a BSP realizou a sua primeira tournée intercontinental pela China, realizando 5 concertos nas cidades de Hangzhou, Jiangyin, Shaoxing, Ningbo e Jiaxing. Participou em 2017 na qualidade de orquestra de referência no panorama internacional, no 18. º Festival do World Music Contest em Kerkrade e na 17.ª Conferência Mundial da World Association for Symphonic Bands and Ensembles em Utrecht. Realizou em novembro de 2019
uma digressão às Canárias atuando em Tenerife e na Gran Canaria.
A Banda Sinfónica Portuguesa é uma Associação cultural, sem fins lucrativos, com estatuo de utilidade pública atribuído pela Presidência de Conselho de Ministros e uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes. A direção artística está a cargo do Maestro Francisco Ferreira.

David Fiúza – Direção Musical
David Fiúza Souto (1985, Vila de Cruces) iniciou os seus estudos musicais na Banda Artística de Merza. Obteve o Grau Superior de Clarinete (Conservatório Superior de Vigo), o Grau Superior em Direção de Banda (Hogeschool Muzik Zuyd em Maastricht) e o Grau Superior em Direção de Orquestra e Coro (Conservatório Superior "Joaquín Rodrigo" em Valência); Estudou composição no Conservatório Superior de Vigo. Começou a estudar direção aos 15 anos com Marcel van Bree, e continuou principalmente com os maestros Jan Cober e J.R.Pascual Vilaplana.
Foi maestro titular da Banda Musical Unión de Meaño (2007-2013), da Banda Sinfónica da CIM "La Armónica" de Buñol (2014-2017), da Banda Sinfónica da Federação Galega de Bandas (2016-2017, 2022), da Banda Artística de Merza (2017-2019), da Banda de Lalín (2017-2019) e da Banda Municipal de Música de Lugo (em licença). Trabalhou também como professor associado no "Conservatori Superior de les Illes Balears", maestro principal do Mallorca Saxophone Ensemble (2012-2017), Serenade Ensemble e da Cor Valencià de Clarinets.
Foi convidado a dirigir programas com: Real Filharmonía de Galicia, Orquestra de Guimarães, Banda Municipal de A Coruñaa, Banda Municipal de Santiago de Compostela, Banda Sinfónica Municipal de Madrid, Banda Municipal de Palma de Maiorca, Norwegian Wind Ensemble, Gran Canária Wind Orchestra, Orquestra Sinfónica de Pontevedra, Orquestra Simfonica da Companhía Portuguesa da Opera, Orquestra Filharmónica Cidade de Pontevedra,  Orquestra Sinfónica da CIM "La Armónica" de Buñol, Orquestra Xoven Vigo 430, Banda Municipal de Pontevedra, Banda Municipal de Ourense, Banda Sinfónica da Federação Galega de Bandas, Banda Sinfónica Xuvenil da Federação Galega, várias bandas sinfónicas de estágios em Portugal (Amarante, Torres Novas, Viana do Castelo, Lousada), e várias bandas filarmónicas na Galiza, Catalunha e Comunidade Valenciana.
Atualmente é o maestro titular da Banda Municipal de Música de Santiago de Compostela, da Gran Canária Wind Orchestra e da Banda Sinfónica da Galiza.

Bilhetes à venda na Ticketline (online e postos de venda) e nas bilheteiras dos Auditórios Municipais (AMG e CTEB).
Programa sujeito a eventuais alterações por motivos imprevistos.
Mais informações através do Tlf. 223 771 820 ou e-mail auditoriomunicipal@cm-gaia.pt.