Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 09 Mar 2020 «Vieira da Silva. Um olhar singular» em Gaia até 3 de maio Raramente mostrada ao público, uma das ‘joias’ desta exposição é «Veni Sancte»
A Casa-Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo acolhe, desde 8 de março até 3 de maio, um conjunto de 64 obras de Maria Helena Vieira da Silva (Lisboa, 13/06/1908 – Paris, 06/03/1992). Acedendo ao convite do Município de Vila Nova de Gaia, a Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, com a curadoria da sua diretora, Marina Bairrão Ruivo, organizou uma exposição que, a partir de uma visão global da sua obra, demonstra ao visitante a importância da artista no contexto da criação contemporânea do século XX.

A mostra inclui esboços, estudos anatómicos e pinturas que Vieira da Silva produziu entre 1926 e 1986, procurando destacar o "olhar” singular da pintora e revelando os múltiplos caminhos da sua pesquisa, em busca do enigma do espaço. Uma das ‘joias’ desta exposição é, certamente, «Veni Sancte», óleo sobre tela de 1981 que está há pouco tempo em Portugal, pertencente à coleção do Comité Arpad Szenes-Vieira da Silva, em Paris, e muito raramente mostrada ao público.

A propósito desta retrospetiva, está prevista a realização de conferências cujos temas se centrarão na vida e obra de Maria Helena Vieira da Silva e do seu marido, o também artista plástico, Arpad Szenes. Haverá ainda visitas guiadas, por marcação (tel. 223742904; e-mail: gaiacultura@cm-gaia.pt), efetuadas por doutorandos da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Estas visitas realizam-se à segunda-feira, às 14h30, sexta, às 10h30 (sextas de páscoa e feriado antecipam para a quinta imediatamente anterior) e nos sábados 14 e 28 de março e 4 e 18 de abril, às 11h00.

Na carreira de Vieira da Silva, os trabalhos iniciais já traduzem o desejo de compreensão do espaço e deixam adivinhar a criação de um novo conceito. É no espaço fechado do ateliê que reavalia a pintura e a relação com o mundo exterior. O espaço interior é reinventado, bem como a perspetiva, com a multiplicação dos pontos de vista. O tema da cidade é introduzido; a pluralidade – e a coexistência – de espaços gera uma indefinição entre o dentro/fora. Na pintura da maturidade, o espaço perde unidade e fragmenta-se em múltiplas direções. Depois da complexificação das pesquisas dos anos de 1970, começa a sobressair uma crescente depuração plástica. A pintura de Vieira foi sempre um diálogo existencial e transforma-se nos últimos anos numa pesquisa espiritual sobre a perda e a morte de Arpad, o confronto da vida sem ele e a sua própria despedida. Ponto a ponto, quadro a quadro, Vieira da Silva teceu uma vida que se confunde com a pintura. A exposição será complementada por um núcleo documental multimédia, que apresenta a fotobiografia da artista.

Mais informações:  
«Vieira da Silva. Um olhar singular»
08/03/2020 – 03/05/2020
Seg-dom | 09h00-12h30 / 14h00-17h30
Casa-Museu Teixeira Lopes / Galerias Diogo de Macedo
Rua Conselheiro Veloso da Cruz, 714, 4400-095 VILA NOVA DE GAIA
Tlf. 223 742 904
Entrada gratuita