Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 17 Nov 2020 Município vai renovar duas salas da ala de pediatria do Hospital Cantinho de amamentação e sala lúdica para as crianças de cirurgia são dois dos equipamentos que vão nascer
17 de novembro assinala o Dia Mundial da Prematuridade e, para marcar este momento, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia assinou um acordo de colaboração com a Liga dos Amigos do Centro Hospitalar de Gaia e o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho destinado a viabilizar a renovação de duas salas da Ala de Pediatria da Unidade II. A cerimónia decorreu no Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner.

Com o objetivo de equipar e decorar a Sala dos Pais das crianças internadas nos serviços de neonatologia e de permitir a criação de um cantinho de amamentação e uma sala lúdica para as crianças de cirurgia pediátrica de ambulatório, o acordo de parceria representa uma aposta do Município numa melhoria das condições daquela unidade de saúde, localizada no centro da cidade. 

A Unidade II do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho presta cuidados de saúde hospitalar diferenciados, em todas as valências médicas e cirúrgicas, incluindo a prestação de cuidados de qualidade em situações urgentes e/ou emergentes, de forma permanente, a todas as crianças e jovens provenientes de toda aquela zona de intervenção, em articulação com todos os prestadores de cuidados de saúde intra e extra hospitalares. 

Este apoio financeiro, articulado com a Liga dos Amigos do Centro Hospitalar de Gaia, reveste-se se especial interesse para o executivo, uma vez que "a Unidade II desempenha um papel fundamental para o Município, pela importância que representa para as famílias gaienses e pela resposta em cuidados de saúde que temos obrigação de garantir às nossas crianças. No Dia da Prematuridade, assinalamos esta orientação para a melhoria das condições existentes para acolher os pais dos bebés e as crianças que realizam cirurgias em ambulatório, assim como reforçamos a nossa intenção de continuar a intervir para que Vila Nova de Gaia seja um agente ativo na criação de condições cada vez melhores no apoio à prematuridade”, destacou Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.