Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 03 Nov 2020 Há três espaços para receber doentes com Covid-19 Câmara disponibilizará ao hospital quando necessário
Num momento em que os hospitais, incluindo o Centro Hospitalar Gaia/Espinho, se encontram no limite das suas capacidades devido à atual pandemia, a Câmara Municipal tem disponíveis três espaços para receber doentes covid-19. Fora de equação está, por agora, a reativação do hospital de campanha, solução mais exequível no verão do que no inverno.

Neste contexto, a autarquia tem espaços como a Casa do Bombeiro, na Aguda, ou centro de hospedagem do Parque Biológico e, se necessário, o Centro de Alto Rendimento, na Lavandeira, para ceder ao hospital, caso venha a verificar-se necessário. O presidente da Câmara sublinha que, por exemplo, as instalações na Lavandeira "têm capacidade para meter cerca de quarenta pessoas", um número que cresce "para mais 12" fruto da oferta na Aguda. "Temos uma boa estrutura concelhia de apoio e que se houver necessidade não irá servir só os gaienses", garante Eduardo Vítor Rodrigues.

A propósito da elevada taxa de ocupação no Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia / Espinho, o autarca constata ser esta, "também, uma ocupação do sistema hospitalar". "Há 15 dias que estamos a receber gente do Hospital Padre Américo. Ou seja, Gaia está como está, mas não é por incapacidade, é porque há a interdependência; se um dia Gaia atingir o limite, haverá o São João e o Santo António que recebam os seus doentes, e é bom que seja assim", conclui.