Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias e Destaques 07 Jun 2021 “Gaia tem ido sempre mais longe” Ministro de Educação visitou três escolas do concelho
O ministro da Educação deslocou-se, a 7 de junho, a Vila Nova de Gaia, onde visitou três estabelecimentos de ensino. O périplo iniciou-se na Escola Básica das Devesas, onde Tiago Brandão Rodrigues testemunhou os trabalhos, em curso, de remoção do amianto. Esta é uma das 32 escolas do concelho que terão este tipo de intervenção, num investimento de 6 milhões de euros comparticipado em cerca de 2 milhões pelo Estado, saindo o restante do orçamento municipal. Um "esforço financeiro do município que reflete, por um lado, a prioridade que atribuímos à educação, e, por outro lado, que é o produto de uma estabilidade económica e financeira que nos permite não apenas fazer as comparticipações nacionais, mas também ir mais longe”, salientou Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal. Esta intervenção está concluída em 21 escolas, em curso em outras sete e as restantes seguir-se-ão em breve, e inclui a reabilitação energética dos edifícios.

A comitiva deslocou-se, depois, até à Escola Básica de Gervide, recentemente alvo de uma requalificação que incluiu a construção de um recreio coberto e a reabilitação do próprio edifício.

Por fim, a última escola visitada foi a Secundária Gaia Nascente, em Oliveira do Douro, cujo projeto de requalificação e modernização foi entregue a Tiago Brandão Rodrigues. Depois da comparticipação na reabilitação das EB Valadares, Costa Matos e Sophia de Mello Breyner, o Município assumiu avançar com a intervenção neste estabelecimento e na Escola Secundária dos Carvalhos. "Para podermos intervir, vamos fazer um acordo com o Ministério da Educação para termos título habilitante para lançar os trabalhos”, explicou Eduardo Vítor Rodrigues, sublinhando: "O compromisso é muito claro. Estas duas escolas são para reabilitar integralmente, independentemente de haver dinheiro comunitário ou não. O município tem capacidade financeira para o fazer”. No entanto, deixou uma proposta ao ministro: "Se houver dinheiro para estas duas, total ou parcial, nós estamos disponíveis para deslocar o dinheiro que tínhamos alocado a estas intervenções para reabilitar mais duas – Diogo Macedo, em Olival, e Júlio Dinis, em Grijó”. O investimento nas empreitadas de reabilitação das secundárias Gaia Nascente e dos Carvalhos rondará os 3,5 milhões de euros em cada uma.

Depois de ouvir o autarca gaiense agradecer-lhe o seu "empenho nestas obras”, o ministro da Educação afirmou que quis, com esta visita, "homenagear Gaia e estas comunidades educativas e agradecer, de forma muito humilde, ao Município, lembrando que Gaia tem ido sempre mais longe do que aquilo que temos pedido aos municípios. E é desta colaboração que nós podemos, todos, ir mais longe”, enalteceu.

"O Senhor Presidente tem demonstrado que Gaia é todo um mundo. Desde a Gaia urbana até à Gaia mais rural, desde Avintes até Canidelo, à Afurada, a todas as freguesias deste concelho, que na sua diferença mostram como este é um concelho forte, que acaba por se afirmar na região Norte e em todo o país pela sua identidade”, prosseguiu. Voltando-se para a educação, Tiago Brandão Rodrigues congratulou-se, ainda, por Gaia ser "um município onde o conjunto de agrupamento de escolas, de diretores, professores e educadores tem demonstrado, ao resto do país, que é possível fazer diferente”.