Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 09 Set 2020 Gaia combate o bullying no pré-escolar A iniciativa pretende desenvolver métodos e comportamentos positivos nas crianças
O «Projeto Social Stop Bullying» foi um dos vencedores do Gaia Orçamento Participativo Jovem 2020 (GOP+Jovem 2020). Com 191 votos, esta iniciativa garantiu o segundo lugar na categoria de Intergeracionalidade e Voluntariado Jovem. Através deste projeto, o conceito de bullying é apresentado às crianças em idade pré-escolar através da história da Cegonha Marcolina. Usando um livro e um jogo de tabuleiro, são desenvolvidos métodos e comportamentos positivos nas crianças a partir dos três anos, prevenindo o bullying com base em atividades e desafios divertidos, através da comunicação intergeracional, em todo o concelho de Vila Nova de Gaia.

Vera Santos, autora do projeto, considera que o foco das associações, das escolas e dos pais está nos adolescentes, mas que seria importante as crianças chegarem à adolescência já com a capacidade de "identificar conceitos como a falta de respeito, os comportamentos inadequados ou um colega problemático”. Esta iniciativa surgiu, até, de uma situação real, vivenciada por um dos elementos deste projeto. "A Elisabete tem uma filha e começou a verificar que a Sara preferia ficar na sala de aula, a fazer fichas de trabalho, em vez de ir brincar com os seus amigos. Pensou numa história para a ajudar a enfrentar estes problemas de uma forma bem divertida e natural, e daí surgiu a Cegonha Marcolina, uma cegonha albina que não se dava muito bem com os restantes elementos da sua floresta”, explica Vera. Já a ilustração do projeto ficará a cargo de Sofia Perrone, uma jovem de treze anos que se apaixonou pela iniciativa e que sentiu que poderia contribuir, ajudando a passar esta mensagem de uma forma eficaz e adequada aos mais novos.

O bullying é uma das principais causas de infelicidade, isolamento e deterioração de personalidade nas crianças, levando a autora do projeto a apelar a todos os jovens para que "tentem fazer a mudança, tentem ser diferentes, sempre a pensar no outro e no bem”.  
Este projeto, tal como os restantes vencedores do GOP+Jovem 2020, será inserido no orçamento municipal para 2021 e executado nesse mesmo ano. A edição deste ano contou com um montante total de 240 mil euros, com um plafond de 40 mil euros para cada projeto. Foram submetidas 98 propostas, sendo 21 delas consideradas elegíveis pela Comissão Técnica. A plataforma registou um total de 2355 votos por parte dos jovens de Gaia (entre os 13 e os 30 anos e com ligação comprovada ao concelho).

O GOP+Jovem pretende reforçar a qualidade da democracia e dos seus instrumentos, valorizando a democracia participativa através do envolvimento dos jovens nos processos de decisão e definição de políticas públicas, favorecendo assim a existência de uma sociedade civil forte e ativa e reforçando o compromisso com o sucesso do Plano Municipal da Juventude de Gaia. Ciente da importância desta iniciativa, a Câmara Municipal de Gaia prevê o regresso da mesma em 2021.