Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 19 Fev 2021 Gaia com nova estratégia para recuperar crescimento do turismo Plano de atuação (2020-2025) pretende captar novos turistas e descentralizar a oferta
A «Estratégia para a promoção e captação de novos turistas para Vila Nova de Gaia», divulgada no dia 19 de fevereiro numa sessão online, apresenta a visão para o turismo, um dos setores com maior relevância para o volume global de negócios do concelho. Este plano de ação, desenvolvido pelo IPDT – Turismo e Consultoria, pretende promover a diversificação da oferta, a preservação dos recursos e das tradições, a sustentabilidade e a geração de valor para todos. Só assim será possível atingir o objetivo: o posicionamento, no mercado nacional e internacional, de «Gaia, the Home of Port Wine». Pretende-se que o Vinho do Porto seja o ponto de partida para uma experiência mais alargada.

"O turismo enfrenta, hoje, desafios que nos impelem a assumir uma ação prioritária para responder condignamente às exigências da nova procura. Esta estratégia para a promoção e captação de novos turistas junto dos principais mercados emissores, num universo que nos transporta até 2025, é disso mesmo exemplo. Este plano é, ao mesmo tempo, uma visão, uma missão e uma estratégia”, define Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia. 

O documento propõe uma atuação a dois tempos, dando resposta às necessidades atuais e futuras do setor. Na primeira fase - 2020/2021 – serão definidas medidas de apoio aos empresários do turismo, permitindo a retoma gradual da atividade turística em segurança. A segunda fase, a iniciar já este ano, será direcionada para a qualificação da oferta, a promoção turística, a sustentabilidade e a monitorização detalhada dos fluxos turísticos.

A Estratégia para o Turismo de Vila Nova de Gaia foi promovida em compromisso com o desenvolvimento sustentável e com a valorização de todo o território, propondo novas ofertas turísticas que estimulem a descentralização da experiência do visitante. Assim, as prioridades de atuação que serão implementadas já a partir deste ano passam por quatro áreas primordiais, desenvolvidas sempre num trabalho em rede, tal como explica Eduardo Vítor Rodrigues: "Em articulação com as juntas de freguesia, com os agentes turísticos locais e com os municípios vizinhos, o nosso modelo de desenvolvimento turístico passará pela preservação da identidade e história das Caves do Vinho do Porto, pela promoção das nossas praias, pela potencialização da dinâmica turística do rio Douro e pela valorização do património cultural, material e imaterial, de Vila Nova de Gaia”.

De realçar que este projeto teve por base uma análise detalhada aos indicadores nacionais e internacionais para compreender o fenómeno turístico, nomeadamente: a evolução do turismo de Gaia, os seus principais mercados emissores e os comportamentos de consumo entre 2014 e 2019. Simultaneamente, acompanhou-se a evolução da pandemia e o seu impacto nos fluxos turísticos internacionais, de forma a definir uma estratégia que vise apoiar a retoma.

Até 2019, a cidade registou um aumento contínuo do número de hóspedes, de dormidas, de receitas turísticas e da dispersão da procura ao longo do ano. O objetivo passa, também, por continuar a trabalhar para reduzir a taxa de sazonalidade turística – que atualmente se situa nos 30% –, em articulação com as metas da Estratégia Nacional para o Turismo 2017. 

"Gaia é um concelho feito de pessoas intensas, com história e com vontade de a partilhar, pelo que será sempre uma experiência marcante para um turista visitar esta cidade”, conclui o presidente.