Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 12 Out 2020 Gaia acolheu o Festival Regards Croisés Portugal Tratou-se de uma iniciativa ligada à dança contemporânea
Entre os dias 8 e 11 de outubro, Vila Nova de Gaia, mais concretamente o Armazém 22, foi palco do Festival transfronteiriço Regards Croisés Portugal, com espetáculos de dança contemporânea e workshops para bailarinos e público em geral. 

Regards Croisés Portugal é um projeto de cooperação coreográfica para a difusão da dança contemporânea e a promoção de encontros entre o público, artistas e estruturas educativas, segundo a prática de três criadores oriundos de realidades geográficas distintas (Portugal, Espanha, França) com diferentes visões artísticas e culturais. 

Para Joana Castro, diretora da Kale, "Regards Croisés é olhares cruzados, de diferentes pontos de vista, neste caso sobre a dança contemporânea. Esta edição tem imensas perspetivas cruzadas, desde a estética ao conceito e à linguagem da dança contemporânea. Uns são mais físicos, outros mais conceptuais. É muito interessante ver várias perspetivas, atinge vários gostos do público”.

O festival foi organizado pela Kale Companhia de Dança, com o apoio da Câmara Municipal de Gaia, Companhia Malandain | Ballet Biarritz, Fundición Bilbao (Bilbao-Espanha), tendo a Antena 2 e Alliance Française como parceiros de comunicação.