Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias e Destaques 07 Mai 2021 Cultura não parou em Gaia Autarquia incentivou a dinamização deste setor no concelho
À semelhança do que aconteceu um pouco por todo o país, os cancelamentos das diversas iniciativas culturais agendadas, no âmbito do dever de confinamento, comprometeram de forma dramática a fruição da cultura por parte dos gaienses. Do outro lado, também os artistas se viram impedidos de partilhar a sua criatividade com o público e, consequentemente, as equipas técnicas (iluminação, som, vídeo…) ficaram sem a sua fonte de rendimento. 

Para fazer face a esta situação e, num esforço de procurar novas formas de dar continuidade à dinamização cultural em Vila Nova de Gaia, o Município lançou um desafio aos artistas e às suas equipas no sentido de se reinventarem e encontrarem novas formas de interagirem com o público, tirando partido das novas tecnologias. A comunidade artística, em particular a gaiense, respondeu com entusiasmo, possibilitando, ao longo de 2020, um intenso programa cultural online, que se tem prolongado por 2021.
Os já tradicionais «Concertos em Família» ganharam um formato digital, o que permitiu a alunos e professores da Escola de Música de Perosinho dar a conhecer o trabalho desenvolvido, numa série de concertos temáticos.

António Zambujo e Carlão juntaram-se ao cartaz do ciclo «Concertos no Sítio Certo», onde brilharam também nomes gaienses como os Cardo-Roxo, David Bruno, Helena Sarmento, Mundo Segundo e Rui David & Pedro Lamares.

Também gaienses, o agrupamento Terra Quente e os fadistas Mariana Correia e Pedro Costa marcaram presença nos «Encontros no Auditório».  
De Gaia são também a Companhia de Teatro Etcetera - que nos brindou com duas peças infantojuvenis - e a Kale Companhia de Dança, que participou no Festival Internacional de Dança «Regards Croisés», realizado pela primeira vez em Gaia.

A pensar nos gaienses mais pequenos, o programa de apoio extracurricular GAIAaprende+ Férias Escolares, sob o tema «Pelos Mundos da Cultura», uniu a cultura à educação. Assim, durante os meses de julho, agosto e setembro, foi proporcionada uma oferta de animação diversificada, que contou com a participação de artistas dos festivais «Gaia World Music» e do Cúpula Circus Village, bem como das companhias Centelha Criativa, Etcetera Teatro e Orla Companhia de Teatro, e do rapper Mundo Segundo.

Mais recentemente, Simone de Oliveira visitou o Cine Teatro Eduardo Brazão para participar em mais uma edição do ciclo de conversas musicadas «Palavras Soltas», trazendo consigo o seu amigo de longa data, o saxofonista gaiense, Armando Ribeiro.

Graças à perseverança de todos e a uma vontade enorme de não cruzar os braços, a cultura assumiu um papel social preponderante, que se traduziu no mitigar do impacto profundo que a Covid-19 teve, em particular na vida de todos aqueles, que dando ou não a cara, subindo ou não ao palco, contribuem com o seu talento para o desenvolvimento cultural de Vila Nova de Gaia.