Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Eventos 10 Ago a 31 Out 2020 X Bienal Internacional de Gravura do Douro Espaço Corpus Christi
10ª Bienal Internacional de Gravura do Douro 2020

Vila Nova de Gaia vai receber a Bienal Internacional de Gravura do Douro, um certame que conta com a participação de 625 artistas, provenientes de 64 países.
De 10 de agosto a 31 de outubro, 1300 obras dão corpo a 16 exposições, a ter lugar em diversas localidades da bacia hidrográfica do Douro: Alijó, Bragança, Celeirós, Chaves, Favaios, Foz Côa, Régua, S. Martinho de Anta, Vila Real e Gaia.

O Espaço Corpus Christi será lugar de memória da II Guerra Mundial, quando se assinalam 75 anos sobre o seu fim.
Bert Menco, artista neerlandês representado em mais de 100 coleções, por todo o mundo, foi convidado para comissariar esta mostra, reunindo obras de gravadores que experienciaram a guerra na "primeira pessoa" ou através de narrações de familiares, como é o caso do próprio. A exposição "2ª Guerra Mundial, 75 anos depois: testemunhar através da obra gráfica" conta ainda com uma obra de José de Guimarães "um poderoso trabalho, que reflete o particular papel de Portugal no confronto de uma crise de refugiados, tanto na época como agora" (na imagem).

Alicerçada na mais antiga região vinícola demarcada do mundo - o Douro, região laureada por dois patrimónios da humanidade atribuídos pela UNESCO e mundialmente reconhecidos quer pela sua paisagem vinhateira, quer pelo património arqueológico do Vale do Côa (o maior santuário de gravura paleolítica do mundo), o Douro é palco também na contemporaneidade, de um dos maiores eventos de arte gráfica do mundo, reunindo assim dentro de si, uma força e dimensão que ultrapassa as fronteiras do país e se projecta para horizontes infinitos. Nesta edição do Festival de Gravura do Douro que, à semelhança do que tem vindo a acontecer, conta com a curadoria e o entusiasmo de Nuno Canelas, haverá lugar a uma homenagem ao artista plástico Silvestre Pestana.