Notícias 07 Jun 2017 «Uma referência do desporto nacional» em debate Iniciativa integrou o programa dos Jogos Juvenis de Gaia 2017
O auditório do Centro Paroquial de Mafamude, em Vila Nova de Gaia, acolheu, a 7 de junho, o segundo debate integrado na programação dos Jogos Juvenis de Gaia 2017. Em torno do tema «Uma referência do desporto nacional», por ali passaram nomes sonantes do desporto nacional, que partilharam as suas experiências sob a moderação de Rui Cerqueira, Diretor-Geral do Porto Canal. Ricardo Costa (treinador de andebol do Futebol Clube do Porto), Tonel (jogador profissional de futebol), Susana Póvoas (professora universitária e ex-atleta de andebol do Colégio de Gaia) e Lenine Cunha (atleta paraolímpico mais medalhado a nível mundial) foram os oradores convidados deste segundo e último debate.
Susana Póvoas tem uma experiência alargada no mundo da investigação, fazendo parte do Centro de Investigação em Desporto e Desenvolvimento Humano. É ainda coordenadora do mestrado em Exercício Físico e Saúde no ISMAI.
Lenine Cunha começou a praticar atletismo aos sete anos, três anos depois de ter sofrido uma meningite, que lhe provocou perda da fala, de parte da visão e da memória e teve consequências a nível intelectual. Depois de ter passado pelo desporto regular, ingressou no desporto adaptado aos 16 anos, no qual detém vários recordes mundiais e conquistou até hoje 188 medalhas internacionais, sendo o atleta paralímpico mais medalhado de sempre. Foi, recentemente, eleito o melhor atleta do mundo com deficiência intelectual pela Federação Internacional para Atletas com Deficiência Intelectual (INAS).
Tonel foi jogador profissional, representando o Futebol Clube do Porto, Académica e C.S. Marítimo, antes de se juntar ao plantel do Sporting Clube de Portugal. O defesa central conta, também, com duas internacionalizações pela Seleção A de Portugal.
Por fim, Ricardo Costa é treinador da equipa de andebol do Futebol Clube do Porto desde 2015. Treinou o ISMAI durante uma época e regressou a casa, onde já tinha sido treinador adjunto de 2011 a 2014. Foi, também, atleta da equipa portista durante dez anos, tendo conquistado quatro campeonatos e três supertaças.