Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 14 Set 2019 Sonoridades brasileiras e africanas na 3.ª edição do FIGaia Tiganá Santana e Lura levam música do mundo ao Auditório Municipal
O Auditório Municipal de Gaia é o cenário escolhido para a expressão da canção em português de outros continentes: a 14 e a 18 de Setembro, pelas 21 horas, Tiganá Santana e Lura trazem à terceira edição do FIGaia – Fórum Internacional de Gaia os sons tipicamente brasileiros e africanos, numa celebração das tradições musicais que unem os distintos povos do mundo lusófono.

Tiganá Santana, um dos grandes talentos da música brasileira, é natural de Salvador da Baía e considera-se um aprendiz de mestres universais como João Gilberto, Dorival Caymmi, Cole Porter, Pixinguinha e Ali Farka Touré. A 14 de Setembro, um concerto que expressa a aventura e a experiência humanas desvenda um compositor genial em temas que percorrem as memórias e as paisagens da herança afro-brasileira.

A 18 de Setembro é Lura quem faz ecoar a canção: alvo de inúmeras e eloquentes críticas na imprensa nacional e internacional, Lura carrega na voz a força das raízes crioulas e um talento que a sublinha como uma das mais reconhecidas cantoras africanas. Nascida em Lisboa, é apaixonada pela música de Cabo Verde, cantando a essência mestiça do povo cabo-verdiano.