Notícias 28 Nov 2017 Segunda edição do projeto «Melhor Escola» vai avançar Foi assinado protocolo entre a autarquia e o jornal «O Gaiense»

Depois do sucesso da primeira edição, o jornal «O Gaiense», numa parceria com a Câmara Municipal de Gaia, quer continuar a dar o seu contributo para formar jovens mais interventivos, mais conscientes e mais despertos para o mundo que os rodeia. Para isso, nada melhor do que pensarem, criarem e darem corpo à segunda edição do «Melhor Escola», um projeto que passará por 13 estabelecimentos de ensino, com ensino secundário, do concelho. Desde o primeiro momento, o apoio dos diretores das escolas secundárias públicas e privadas foi fundamental para a concretização do projeto. Para «O Gaiense», além do papel dos estabelecimentos de ensino, "a Câmara Municipal de Gaia é a força viva que no concelho congrega todos os elementos relacionados com o ensino (mesmo não sendo diretamente responsável pelo ensino secundário), razão pela qual será sempre um parceiro indispensável e importante no âmbito desta iniciativa”.
A mesma visão tem Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, que acredita que a competição entre as escolas deve ser encarada como uma característica saudável, que ajuda a preparar os alunos para o futuro mercado de trabalho. Este é, por isso, "um projeto emancipador, que cria condições de valorização dos alunos e do papel dos professores, criando algo de que precisamos muito hoje: mais espírito crítico”. Para o autarca, este é um tempo em que urge dizer aos jovens "que é importante voltar a conquistar um espaço próprio de criatividade, de inovação e de crítica social, o que é possível fazer de diversas formas, nomeadamente através da internet, das redes sociais ou dos blogues. Mas também é verdade que se voltarmos a instigar o nosso pensamento numa lógica de equipa e de trabalho de grupo, seremos capazes de ter um raciocínio mais elaborado”, defendeu. Este projeto é, por isso, uma forma de restabelecer a relação dos alunos uns com os outros.
Artur Vieira, diretor do Agrupamento de Escolas de Canelas, em representação de todas as escolas envolvidas, acredita que "o jornal escolar cumpre um papel absolutamente insubstituível”, acrescentando que o rol de vantagens a ele associadas é extenso, nomeadamente pelo facto de poder ter um contributo fundamental na aprendizagem de determinadas matérias e por ajudar na promoção de valores como a cooperação e a solidariedade”.
O projeto termina em Maio, com a realização da gala «Melhor Escola», que terá lugar no Pavilhão Municipal de Gaia, onde serão atribuídos os seguintes prémios: 
- 1º Melhor Jornal – ISPGAYA;
- 2º Melhor Jornal – Arch Valadares;
- 3º Melhor Jornal;
- Melhor Capa;
- Melhor Grafismo;
- Melhor Reportagem;
- Melhor Entrevista;
- Melhor Fotografia;
- Mais Dedicação – Fedapagaia;
- Prémio Online;
- Prémio Melhor Vídeo.

O sucesso da 1ª edição
A 1ª edição do projeto «Melhor Escola» terminou com a publicação de um livro editado pelo jornal, com o apoio da Porto Editora, onde foram incluídas todas as fases desta iniciativa, bem como as 13 publicações realizadas pelas escolas. O livro continha ainda uma reportagem completa com fotos e depoimentos da gala, os nomes e as fotografias dos vencedores, além de outros conteúdos de interesse para as partes intervenientes. Este livro tornou-se um verdadeiro arquivo de um conjunto de iniciativas levadas a cabo por professores e alunos e, também, um repositório, para memória futura do que foi feito graças ao empenho de todos.