Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 24 Jan 2019 Protocolo permite criação de equipa de estudo na área da violência Além de outras parcerias, os técnicos do CLAS de Gaia irão usufruir de formações anuais
A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e a Associação Portuguesa de Mulheres Juristas assinaram, a 24 de Janeiro, um protocolo de cooperação que tem como objetivo a constituição de uma equipa de estudo e consulta, prevenção e atuação na área da violência doméstica e de género contra mulheres e crianças. Através desta parceria, os técnicos e aderentes do Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Gaia irão, ainda, usufruir, ao longo do ano, de formações sobre problemáticas da violência doméstica e de género, ministradas pela Associação Portuguesa de Mulheres Juristas. Esta entidade irá, também, prestar apoio e assessoria jurídica aos projetos de capacitação da rede social. Uma vez por ano, a associação irá organizar uma conferência subordinada ao tema, bem como ações de sensibilização, palestras e workshops. Por sua vez, a autarquia atribui à associação um subsídio anual de 15 mil euros, com o objetivo de ajudar a associação a desenvolver a sua missão: eliminar todas as formas de discriminação sem qualquer distinção e promover a igualdade de direitos e oportunidades entre mulheres e homens.