Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 14 Ago 2019 Munícipes de Gaia recebem alerta sobre a bactéria ‘Xylella fastidiosa’ Folheto está a ser distribuído juntamente com a fatura da água
"Alerta – Doença Grave das Plantas - Xylella fastidiosa” – é este o título do folheto que os munícipes de Gaia estão a receber em casa juntamente com a fatura da água. Em causa uma bactéria que pode estar associada a 58 espécies/géneros de plantas, entre eles, a amendoeira, a cerejeira, a ameixeira, a oliveira, o sobreiro, a figueira, bem como plantas ornamentais e da flora espontânea, e que já foi detetada em 32 focos em Gaia.

O folheto dá indicações sobre o que fazer se detetar uma infeção e mostra fotografias de sintomas da doença de forma a exemplificar o que é que as pessoas poderão identificar em suas casas ou em jardins públicos. "Não movimentar plantas ou partes de plantas para plantação, ou ramos para fora da área demarcada” e "observar cuidadosamente as suas plantas e contactar as autoridades sempre que observe sintomas suspeitos” – são duas das frases que constam do folheto de alerta.

Em Gaia, tudo tem sido feito, desde a descoberta da doença, para conter o mais rapidamente possível a doença e evitar a contaminação de outros territórios. As autoridades competentes, juntamente com o Município, têm feito todas as diligências necessárias e possíveis para conter a infeção, seguindo as medidas preconizadas no Plano de contingência para controlo da Xylella fastidiosa e seus vetores, da DGAV.

No folheto é destacado, ainda, que "esta bactéria não afeta pessoas ou animais” e é pedido às pessoas que "facultem o acesso” a técnicos do Ministério ou da Câmara Municipal caso sejam visitadas para observação de plantas.