Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 25 Jul 2018 Ministro da Economia conheceu projetos estruturantes em Gaia Manuel Caldeira Cabral viu as obras do «Mundo do Vinho» e visitou a Teleperformance
Numa visita a Vila Nova de Gaia no dia 20 de Julho, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, passou pelo hotel The Yeatman, onde foi recebido pelo presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, e por Adrian Bridge, CEO do The Fladgate Partnership. Numa curta apresentação e num breve contacto com a evolução das obras, o governante ficou a conhecer melhor o projeto «Mundo do Vinho» – um investimento de 100 milhões de euros para estar pronto em 2020 e que consiste na construção de cinco museus (dedicado aos monumentos, à cortiça, às regiões vinícolas de Portugal, ao design e, por fim, outro especializado na história dos recipientes que ao longo dos tempos serviram para o consumo de vinho), uma zona de restauração (com 12 espaços), estacionamento e exposições. Na apresentação do projeto, em junho do ano passado, Adrian Bridge defendeu que este era "provavelmente o maior investimento num centro urbano não só em Portugal mas também na Europa”, sendo objetivo que o «Mundo do Vinho» se assuma como um "catalisador turístico da zona histórica de Gaia”.

Seguiu-se uma visita ao primeiro «call center» da região Norte da empresa Teleperformance, que tem ainda sete edifícios em Lisboa, um em Setúbal e outro na Covilhã. Em Gaia desde o início deste ano, este campus já emprega cerca de duzentos colaboradores (sendo que o objetivo é chegar aos oitocentos) na área do atendimento ao cliente, recursos humanos e tecnologias de informação, dispersos por cinco projetos que decorrem em português, alemão, italiano e francês. "Depois de Lisboa, Setúbal e Covilhã, o Norte de Portugal pareceu-nos a escolha mais acertada”, afirmou o CFO da empresa, Sérgio Fernandes. Quanto a Vila Nova de Gaia, "sabemos que há muito valor e talento nesta zona e é dele que estamos à procura”, concluiu. Para Manuel Caldeira Cabral, a Teleperformance "é uma empresa que continua a expandir com pessoas portuguesas, mas também a expandir trazendo pessoas de outros países para Portugal, e espero que isso continue. Está agora a chegar à região Norte, onde há de facto muitas pessoas que viveram no estrangeiro, com grande domínio no campo linguístico. Estou convicto de que vai ter aqui uma boa experiência”, salvaguardou o ministro da Economia.