Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 23 Jun 2018 Milhares de pessoas festejaram o S. João em Gaia Primeiro-ministro associou-se aos festejos no município, depois da inauguração da PraÇa
Gaia viveu mais uma noite inesquecível. A partir do final de um dia com um tempo de eleição, foram muitos os milhares de pessoas – portugueses e estrangeiros – que saíram à rua e escolheram a margem sul do Douro para festejar o S. João a rigor.

Desde a Avenida da República até à renovada beira-rio, em toda a sua extensão, e passando pelo Jardim do Morro – onde a RTP assinalou o S. João com uma emissão especial que se prolongou por todo o dia –, os sinais não enganavam: o som dos martelos, o cheiro e o fumo oriundos das brasas que assavam as primeiras sardinhas, o corropio em todas as direções…

O primeiro-ministro, e pela primeira vez nestas funções, juntou-se à festa. Depois de ter presidido à inauguração da PraÇa, António Costa juntou-se aos presidentes da Câmara de Gaia e do Porto, bem como ao bispo do Porto, D. Manuel Linda, para o habitual cumprimento e brinde no tabuleiro inferior da ponte Luís I. Um momento recente e simbólico, mas que é já uma forte marca da união e ‘boa vizinhança’ entre Eduardo Vítor Rodrigues e Rui Moreira.

António Costa, Eduardo Vítor Rodrigues e a comitiva gaiense seguiram, depois, a pé pelas avenidas Diogo Leite e Ramos Pinto, numa caminhada sempre saudada pelos populares que se apressavam para as habituais marteladas e "selfies”.

Também na rua, à medida que o sol se despedia eram cada vez mais os populares de todo o mundo que jantavam ou procuravam o melhor lugar para, mais tarde, poderem assistir ao espetáculo piromusical oferecido pelos dois municípios. Pouco antes das 22 horas, Pedro Abrunhosa subia ao palco, no Cais de Gaia, para os primeiros acordes de um concerto que encheu as medidas dos milhares de pessoas que assistiram ao concerto.

À meia-noite em ponto, o momento mais esperado por todos: perto de vinte minutos de um espetáculo piromusical com mais de 50 mil disparos, subordinado ao tema «Folia em noite de paixão”. O fogo de artifício foi acompanhado de oito músicas, tendo os acordes de «Supremacy», dos Muse, dado o arranque.

Ao tradicional fogo seguiu-se a atuação do Grupo Musical Alabatroz, também no Cais de Gaia, que pôs todos a dançar. A festa seguiu até ao raiar do dia, com muita folia e com a nostalgia do fim de mais um grande S. João, mas na certeza de que… Para o ano há mais!

O dia de S. João ficou marcado pela realização de mais uma edição da Regata de Barcos Rabelos, evento organizado pela Confraria do Vinho do Porto que levou ao Douro – entre o Cabedelo e a Casa Sandeman – estes históricos barcos, desfilando com as velas erguidas e proporcionando imagens únicas.