Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 24 Jan 2018 Jovens gaienses deram exemplo de defesa de direitos humanos Gaia foi o Município que angariou mais cartas para a Maratona de Cartas
A Câmara Municipal de Gaia recolheu 6500 cartas para a Maratona de Cartas da Amnistia Internacional Portugal, sendo a autarquia que angariou o maior número de cartas a nível nacional.

A Maratona de Cartas é um evento de ativisimo mundial em que são recolhidas cartas originais ou assinadas petições com o intuito de se apelar à defesa de indivíduos, ou grupos de indivíduos, que estão a ser reprimidos/em reclusão, nos respetivos países por defesa dos direitos humanos. Este ano, a Maratona de Cartas apelou à defesa de Clovis Razafimalala, defensor da floresta tropical de Madagáscar; Farid Al-Atrash e Issa Amro, defensores do fim dos colonatos israelitas; os "10 de Istambul”, pela defesa da liberdade de expressão na Turquia; Sakris Kupila, pela defesa dos direitos de transgénero na Finlândia; e Shackelia Jackson, pela reforma do sistema de justiça na Jamaica.



A recolha levada a cabo pelo Gabinete de Juventude envolveu escolas e associações juvenis. A iniciativa gerou um grande entusiasmo, de tal forma que muitas das cartas enviadas foram conteúdos originais. Houve mesmo escolas que realizaram exposições de trabalhos e eventos alusivos à Maratona de Cartas. Foram também criados dois postos de recolha de assinaturas: um no Gabinete de Juventude e outro na Praça de Natal.

Para além das 6500 cartas, contam-se mais contributos indiretos, ligados à participação individual de associações e à assinatura de petições através da internet.