Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 11 Ago 2016 IX Gaia Folk concentrou em Gaia tradições de todo o Mundo Evento decorreu no Espaço Corpus Christi, nos passados dias 9,10 e 11 de Agosto.
Com a presença de grupos de reconhecido mérito nacional e internacional, a 9.ª edição do Gaia Folk realizou-se nos dias 9,10 e 11 de Agosto, no Espaço Corpus Christi, no Cais de Gaia, e foi, mais uma vez, um sucesso, permitindo ainda dar a conhecer a cidade aos turistas. Tendo no seu ADN uma inevitável característica intercultural, este festival, complementar ao 52.º Festival Internacional de Folclore de Gulpilhares e 38.º de Vila Nova de Gaia, tem sabido aproximar tradições de vários países. 

A Colômbia foi representada pela «Compañía Artística Danza Colombia», um grupo que trabalha a dança folclórica nacional numa linha de projeção artística, realizando montagens de várias regiões do país, como Eixo Cafeeiro, Nariño, Costa Atlântica, Costa Pacífica, entre outras. De Itália chegou o «Fabaria Folk», um grupo que desde a sua formação tem procurado promover, nacional e internacionalmente, as tradições populares da Sicília e de Favara. Como resultado de uma pesquisa muito aprofundada, as danças e as músicas destes artistas representam momentos do quotidiano da "Sicília Antiga" e, deste modo, através dos seus espetáculos, é possível refazer a história, as tradições e os costumes que moldam esta terra. Por fim, ainda no campo das atuações internacionais, o Taiwan foi representado pela academia «Tai Ji Men Qigong», considerada o «tesouro da cultura tradicional chinesa». Criada em 1966, a academia veio dar resposta à necessidade de trazer para a sociedade moderna alguma saúde física e espiritual. 

Além dos grupos internacionais mencionados, passaram pelo Espaço Corpus Christi o Rancho Folclórico Danças e Cantares de Santa Maria do Olival, o Grupo de Danças Andinas Intichaski de Gaia e o Rancho Folclórico de Gulpilhares. 

Vila Nova de Gaia, com uma riqueza etnográfica ímpar, é uma terra de tradições e, como tem sido habitual, com a organização a cargo do Rancho Folclórico de Gulpilhares, este festival tem deixado marcas indeléveis no calendário de eventos desta natureza no concelho.