Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 17 Nov 2018 Grande Guerra esteve em debate em Gaia Iniciativa decorreu no Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner
O Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner recebeu, a 16 de Novembro, o colóquio «Grande Guerra e Participação Portuguesa – Repercussões». Entre os intervenientes estiveram Jorge Fernandes Alves, Miguel Brandão, Luís Alberto Marques Alves, Osvaldo Macedo de Sousa, Teresa Cyrne, Sónia Ferreira e J. A. Gonçalves Guimarães, com uma abordagem sobre «A escola de escultura de Gaia» e «Os monumentos aos mortos da Grande Guerra (1914-1918) em Portugal, França e Angola». 
Da escalada da participação portuguesa através dos documentos oficiais à Grande Guerra pelos olhos dos caricaturistas, o colóquio abordou variados temas, incluindo, ainda, a condição da mulher e a evolução da moda entre as duas guerras mundiais, através do jornal «O Comércio do Porto». Segundo as responsáveis por esta apresentação, Teresa Cyrne e Sónia Ferreira, o objetivo passa por "entreabrir uma fonte de estudo que, apesar de secundária no conjunto das principais fontes da época, possui caraterísticas únicas e uma compacidade ímpar para a análise destas questões em termos cronológicos e geográficos”. O cruzamento de várias informações do jornal «O Comércio do Porto» permitiu "apresentar alguns apontamentos sobre a problemática da emancipação da mulher e, paralelamente, assistir ao desenrolar das principais tendências dos figurinos de moda feminina, com a particularidade de tudo isto discorrer num dos jornais mais conservadores que, tido como tradicional ao longo de décadas, se identificava com a elite de negócios do Norte”. 
Esta iniciativa surge no ano em que se assinala o centenário do final da Primeira Guerra Mundial, sendo resultado de uma parceria entre a Câmara Municipal de Gaia, a Faculdade de Letras da Universidade do Porto e o CITEM – Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória».