Notícias 05 Set 2017 Gaia vai calcular a sua pegada ecológica num projeto inovador a nível mundial Projeto foi apresentado na Casa da Presidência
Vila Nova de Gaia, a par de outros cinco municípios portugueses (Almada, Bragança, Castelo Branco, Guimarães e Lagoa) vai calcular a sua pegada ecológica num projeto inovador a nível mundial, promovido pela Associação Zero, com a participação de universidades lusas. Os protocolos relativos ao ano de 2018 e ao biénio 2019/2020 foram assinados a 5 de Setembro, na Casa da Presidência de Vila Nova de Gaia. 
O projeto procura, no final, ter calculada a pegada ecológica de cada um dos concelhos, bem como a sua biocapacidade, ou seja, a capacidade do ecossistema em produzir os recursos consumidos. O projeto vai utilizar o instrumento de cálculo da pegada ecológica de cidades e regiões da Global Footprint Network, contando com a colaboração da Unidade de Investigação em Governança, Competitividade e Políticas Públicas (GOVCOOP) da Universidade de Aveiro, a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e a Faculdade de Direito da Universidade do Porto. 
O estudo deverá decorrer por um período de três anos. Em 2018, será feita a avaliação da pegada e biocapacidade de todas as autarquias e sua contribuição para a média nacional. Em 2019, será desenvolvida uma calculadora online específica para cada município, que pode permitir que a sociedade civil calcule a sua própria pegada e apresente a sua consciencialização sobre questões de impacto humano. Por fim, em 2019, com base nos resultados obtidos, é feito o estudo e uma proposta de alteração dos critérios de atribuição/distribuição de fundos pelas regiões, tendo em conta as diferentes disponibilizações de recursos de cada região na biocapacidade nacional, e os diferentes consumos entre regiões.
A Pegada Ecológica é uma importante ferramenta de avaliação e monitorização para os governos nacionais e locais que estão trabalhar para mitigar os riscos, para se adaptar às alterações climáticas e para fomentar uma sustentabilidade global. O cálculo da Pegada Ecológica pode fornecer um roteiro para uma comunidade que se está a tentar tornar ambientalmente saudável, economicamente próspera e equitativa - agora e nos próximos 20 anos.