Notícias 25 Mai 2017 Gaia vai acompanhar idosos que vivem sozinhos Projeto já está em vigor e irá envolver, para já, 150 pessoas

Os idosos que vivem sozinhos em Vila Nova de Gaia já podem beneficiar de um programa de teleassistência a partir do qual, em caso de emergência médica, basta pressionar um botão para pedir ajuda. O protocolo de colaboração entre a Fundação Portugal Telecom e a Câmara Municipal de Gaia foi assinado no dia 25 de Maio, no salão nobre dos Paços do Concelho.

Trata-se de um projeto-piloto que irá abranger, para já, 150 pessoas, sendo pago pelas duas entidades, que todos os meses irão disponibilizar 25 euros por cada idoso, ao longo de dois anos. Nesta fase, serão escolhidos, pelo município, idosos que vivam em situação de isolamento, pesando ainda nesta decisão a situação socioeconómica do munícipe em causa. De acordo com Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, "tem-se registado um número significativo de idosos a viverem sozinhos em casa”, no que se refere às políticas da autarquia ligadas à terceira idade e à área da deficiência. Esta é, por isso, uma ajuda que procura ser fundamental no quotidiano de pessoas que mais precisam.

Sabendo que os idosos, num quadro geral, não estão familiarizados com as novas tecnologias, este projeto assume uma simplicidade ímpar, uma vez que se trata de um aparelho que tem um botão e que poderá estar ao pescoço da pessoa que o utiliza. Ao pressioná-lo, o utente é, de imediato, reencaminhado para um contacto direto com uma plataforma (no género de um «callcenter»), que irá diligenciar a assistência necessária.