Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 14 Dez 2018 Gaia terá uma nova ligação fluvial Autocarro anfíbio integra o novo paradigma da mobilidade urbana
O rio Douro terá uma nova ligação fluvial já em 2019. A travessia será feita entre Crestuma e o Cais de Gaia a partir de um autocarro anfíbio, uma ideia "importada” das cidades holandesas de Amesterdão e Roterdão, onde o transporte fluvial é muito utilizado. A lotação do autocarro será de 45 passageiros e o tempo estimado de viagem oscila entre os 35 e os 40 minutos. O projeto foi apresentado, a 14 de Dezembro, numa cerimónia que decorreu no salão nobre dos Paços do Concelho, com a presença de Luís Gabriel, CEO da Amphibious Tours, empresa responsável pelo projeto.


Numa primeira fase, considerada experimental, estão previstas duas viagens de manhã e duas de tarde, sendo que esta periodicidade será, posteriormente, "ajustada de acordo com a adesão das pessoas”, referiu Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia. Para Luís Gabriel, por sua vez, o objetivo passa por "prestar um serviço regular de transportes de passageiros em autocarros anfíbios com o intuito de potenciar a mobilidade urbana entre as margens do rio Douro”.

Abril de 2019 é a data prevista para início da operação turística em veículos anfíbios, uma operação que será alargada ao transporte regular de passageiros, previsivelmente em 2020.O concurso para o transporte público será lançado em janeiro do próximo ano, havendo já contactos com a Autoridade Metropolitana dos Transportes com vista à integração no sistema de bilhética do Andante e na atratividade do preço. Quanto ao trajeto, está a ser pensada uma paragem a meio da distância, em Arnelas ou Avintes, para entrada e saída de passageiros.

"É importante tirar carros das estradas. A Estrada Nacional 222 está congestionada. Os acessos à auto-estrada também. O transporte fluvial é uma forma de utilizar o rio e fazer a viagem em menos tempo. No início, as pessoas podem considerar estranho, mas é preciso criar essa mentalidade”, concluiu Eduardo Vítor Rodrigues.

Caraterísticas técnicas do veículo:
Chassis: Volvo
Motor: Volvo
Capacidade: 45 passageiros
Comprimento: 14,5 m
Largura: 2,55 m
Altura: 3,6 m
Velocidade máxima em terra: 100 km/h
Velocidade máxima na água: 13 km/h