Notícias 03 Abr 2017 Executivo Municipal visitou escolas reabilitadas Ciclo começou na escola básica de Lagos, em Vilar do Paraíso, e decorreu ao longo de dois dias

No dia 3 de Abril, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia iniciou um ciclo de visitas a algumas das escolas intervencionadas pelo município, que teve início na escola básica de Lagos, em Vilar do Paraíso.  Com intervenções de Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, e do presidente da União de Freguesias de Mafamude e Vilar do Paraíso, João Paulo Correia, a visita começou com uma bênção do estabelecimento de ensino pelo Padre José Manuel.
Eduardo Vítor Rodrigues começou por elogiar o trabalho desenvolvido pela arquiteta, Joana Almendra, que conseguiu uma "simbiose entre o novo e o existente”. Apesar da obra feita, o presidente criticou, contudo, a elevada burocracia e o trabalho administrativo. "Tenho a expectativa de que um dia destes se apercebam que não é pela quantidade de leis que se evitam os desvios mas sim pela qualidade da fiscalização”, partilhou Eduardo Vítor Rodrigues, que não deixou ainda de falar na importância do princípio do trabalho em rede. Numa aposta na valorização das escolas de proximidade, o presidente da Câmara Municipal anunciou ainda a aquisição de setecentos computadores para distribuir pelos estabelecimentos.
Para João Paulo Correia, por sua vez, "esta é uma obra com grande impacto na vida das crianças” e, por isso, "este é um dia particularmente feliz”. Nos dez estabelecimentos de ensino básico desta união de freguesias houve um conjunto de intervenções e de melhorias, sendo que na escola básica de Lagos as obras tiveram um maior impacto.
No mesmo dia, seguiram-se visitas às escolas básicas de Vila Chã e de Campolinho n.º1, em Valadares.
No dia 4 de Abril, o executivo deu continuidade a este ciclo, com a deslocação às escolas básicas de Loureiro e Santo António, em Grijó. Em todas as escolas visitadas foram descerradas placas alusivas à obra de reabilitação, com um poema escolhido por cada estabelecimento escolar. Houve ainda, igualmente em todas elas, momentos musicais protagonizados pelos alunos dos estabelecimentos.