Notícias 12 Abr 2017 Estação de General Torres vai ter acessos para pessoas com mobilidade reduzida Foi ainda apresentada a empreitada de modernização do troço Valadares-Gaia

A estação ferroviária de General Torres, em Vila Nova de Gaia, acolheu, na manhã do dia 12 de Abril, uma cerimónia onde foi assinado o acordo de cooperação para a construção de escadas metálicas e elevadores nesta mesma estação, na presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques. Foi ainda apresentada publicamente a empreitada do troço Valadares-Gaia, integrada na Modernização da Linha do Norte. 

Com o intuito de modernizar o troço Ovar-Gaia da Linha do Norte, onde circulam em média 190 comboios por dia, vai ser concretizada uma renovação integral da via entre Valadares e Gaia, numa extensão de 4,3 quilómetros, com início previsto para Agosto, conclusão em Abril de 2018 e custo aproximado de 4,7 milhões de euros.
A empreitada englobará, entre outros, os seguintes trabalhos: desguarnecimento mecânico descontínuo sem depuração do balastro a uma profundidade de 0,35 m abaixo da base da travessa; melhoria na drenagem e da plataforma; fornecimento e aplicação de balastro granítico; substituição das travessas de madeira existentes por travessas em betão bibloco (TBBG-01); substituição do carril existente 54 kg/m por carril novo de 60 kg/m; ataque mecânico pesado final com estabilização dinâmica. Deste modo, é dado o primeiro passo para a modernização do troço Ovar-Gaia, no âmbito do Plano Ferrovia 2020. Para Pedro Marques, o troço Ovar-Gaia é "um dos mais congestionados” e "mais densamente utilizados da Linha do Norte”, pelo que a sua modernização era premente.
Mas, "para que esta renovação da Linha do Norte e a utilização da nossa ferrovia seja verdadeiramente sustentável ela tem que ser para todos. E hoje também, num acordo muito importante e positivo com a Metro do Porto e com a Câmara Municipal de Gaia, lançamos as condições para uma mobilidade inclusiva para todos os cidadãos de mobilidade reduzida aqui em General Torres”, explicou o ministro. Efetivamente, no âmbito da modernização da Linha do Norte, a IP, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e a Metro do Porto assinaram um acordo de cooperação para o projeto e empreitada de construção de escadas metálicas e elevadores, na ligação da estação ferroviária de General Torres ao metro e autocarros na Avenida da República. Trata-se de uma intervenção com um custo de 435 mil euros, que tem como objetivo principal garantir acessos pedonais mais cómodos e seguros para todos os utentes, responder às necessidades específicas das pessoas com mobilidade condicionada, melhorar o interface das Estações de General Torres da Linha do Norte e da Linha Amarela do Metro do Porto e assim promover uma maior a utilização do transporte público ferroviário. O prazo de execução da empreitada é de 120 dias pelo que se prevê a conclusão da empreitada no quarto trimestre de 2017.
Para o presidente da Câmara Municipal de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, este dia foi, definitivamente, marcante. "Já tivemos obras de grande envergadura, estando neste momento a terminar a requalificação da A1, entre Grijó e Santo Ovídio (incluindo duas rotundas), mas esta obra, sendo pequena do ponto de vista financeiro, é das que mais me orgulha porque resolve problemas civilizacionais que não fazem sentido existirem nos dias de hoje”, afirmou. Com estas empreitadas, estarão, assim, lançadas as condições para uma mobilidade inclusiva para todos os cidadãos.