Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 18 Mar 2020 COVID-19: Gaia já está a apoiar idosos e famílias carenciadas Cabazes de bens essenciais começaram hoje a ser entregues e 200 mil euros foram atribuídos a juntas e instituições sociais

 

A Câmara Municipal de Gaia começou esta quarta-feira a distribuir cabazes de bens alimentares essenciais aos idosos e às famílias mais carenciadas do concelho. Esta ação desenvolve-se no âmbito de dois programas distintos. O primeiro, denominado «Os Seniores de Gaia precisam de ti» (apoio ao domicílio e abastecimento de bens essenciais), é assegurado através de protocolos já celebrados com todas as 15 juntas e uniões de freguesia de Gaia. A Câmara financiou estes protocolos hoje assinados, num valor global de 200 mil euros, e a sua implementação será feita com as Juntas de Freguesia e a indispensável ajuda de voluntários. O segundo programa destina-se a famílias enquadradas no escalão A da ação social escolar referenciadas pelos agrupamentos de escolas e está, também, a ser implementado pelo Município.

No Centro de Alto Rendimento de Gaia, desde esta manhã, funcionários e voluntários do universo municipal estão a preparar cabazes a distribuir pelos casos referidos acima, com o objetivo de assegurar alimentação para cinco dias. São compostos por leite, manteiga, queijo, arroz, massa, feijão, legumes, fruta, atum, salsichas e ovos.



Entretanto, no âmbito destes dois programas, estão abertas as inscrições para os voluntários que queiram estar connosco neste momento de imprescindível ajuda a quem mais precisa de nós. As inscrições destinam-se a maiores de 18 anos (inclusive) e deverão ser feitas para o mail presidencia@cm-gaia.pt. Aos voluntários, a Câmara Municipal assegura o kit de proteção – composto por gel desinfetante, máscara e luvas – e o seguro de acidentes.

Estes programas estão inseridos num pacote mais amplo de medidas de caráter social e socioeconómico que a Câmara Municipal de Gaia está a implementar no sentido de apoiar os cidadãos, os mais vulneráveis e não só, e as empresas estabelecidas no concelho, para que, juntos, sejamos todos capazes de ultrapassar este momento difícil.