Notícias 21 Set 2017 Clube União Desportiva Leverense tem novas condições para a prática desportiva Clube inaugurou relvado sintético e novo sistema de iluminação

O dia 21 de Setembro marcou o início de uma nova fase para os atletas e toda a comunidade ligada ao Clube União Desportiva Leverense, com a inauguração do relvado sintético e do novo sistema de iluminação do complexo desportivo.

Para Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, "uma boa parte das abordagens que nos levam a estes momentos resultam de uma pressão que os cidadãos fazem chegar à Câmara”. Esta é a segunda fase de um trabalho que ao longo do mandato do atual executivo foi possível desenvolver neste clube, recordando-se a inauguração da bancada e dos balneários. "Esta foi uma primeira fase, não por falta de vontade ou de planeamento, mas sim porque quando nos envolvemos em projetos desta envergadura temos sempre de assumir que o pagamento é um ato de honra que tem de ser garantido”, assegurou o presidente, que aproveitou para deixar uma mensagem a toda a comunidade de Lever. "Ser do interior de Gaia não pode ser um inferno. Ser do interior tem de ser um orgulho e, para isso, o Município tem de contribuir com melhores investimentos e equipamentos, captando empresas para gerar postos de trabalho mas tem, igualmente, de o fazer, por vezes, desta forma faseada, a única que temos para garantir que estamos a cumprir com a nossa palavra e com as responsabilidades que resultam dos investimentos que fazemos”. Eduardo Vítor Rodrigues terminou a sua intervenção com a entrega de um cheque de 80 mil euros à direção do clube, destinado ao pagamento das primeiras obras. "Sempre que assinamos um protocolo, estamos a assinar um contrato, onde vale a confiança e onde cumprimos a nossa palavra”, concluiu.
 


Além do presidente da Câmara Municipal de Gaia, a cerimónia contou com a presença do presidente da União de Freguesias de Sandim, Olival, Lever e Crestuma, Manuel Azevedo, do vereador do Desporto da autarquia, Guilherme Aguiar, e do vice-presidente da Associação de Futebol do Porto, José Neves.