Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 17 Mai 2019 Centro Cultural e de Congressos será um “motor de desenvolvimento” do concelho A construção avançará até ao final de 2019
A construção do Centro Cultural e de Congressos de Vila Nova de Gaia avança até ao final de 2019 e deverá estar concluída em 2021. Com um investimento privado de 10 milhões de euros, o equipamento inclui um hotel e terá capacidade para 2.500 lugares.

Considerando o centro de congressos como "um verdadeiro motor” de desenvolvimento para o concelho, a autarquia irá isentar o consórcio Skyline (constituído pela Fortera Properties, a Issta Portugal e a Attic) de taxas e impostos municipais, num total de 3,5 milhões de euros. Ao final de 25 anos, o equipamento será da autarquia, podendo esta optar por geri-lo ou por uma nova concessão. A isenção de taxas e tarifas é um instrumento fiscal para "captar investimento em parcerias” e uma "estratégia de enriquecimento da cidade”, indicou o presidente da Câmara Municipal de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

Numa segunda fase, este equipamento irá incluir, ainda, uma zona de habitação, escritórios e comércio, representando um investimento privado de cerca de 70 milhões de euros. "A obra avança rapidamente porque é feita por privados e não está sujeita a concurso público ou a visto do Tribunal de Contas. O projeto tem de ser sustentável e, por isso, a gestão tem de ser hiperprofissional”, explicou ainda.

O equipamento estará localizado na rua General Torres, abaixo do edifício da Assembleia Municipal e nas traseiras da PraÇa, paralelamente à Avenida da República.