Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 12 Out 2018 Centro Cultural e de Congressos de Gaia deverá estar pronto em dois anos Estrutura será construída por privados e terá um custo estimado entre 10 a 12 milhões de euros
Na próxima reunião da Câmara de Gaia, 15 de Outubro, será discutida e votada a proposta sobre as condições de acordo para a construção do novo Centro Cultural e de Congressos da cidade. O espaço, que deverá acolher cerca de 2500 pessoas, será construído por privados, deverá estar pronto em dois anos e vai custar entre 10 a 12 milhões de euros, sendo que nos moldes em que o projeto está a ser desenhado, não exigirá contratação pública nem concursos. O terreno escolhido – abaixo do edifício da Assembleia Municipal, paralelo à Avenida da República –, tem dois proprietários e a Câmara prefere que a construção, pelas verbas envolvidas, seja feita por privados. Deste modo, o executivo vai recorrer a uma perequação urbanística, distribuindo a capacidade construtiva do terreno e introduzindo na licença de construção a exigência de que seja ali construído o Centro de Congressos.

"Tendo a aprovação da Câmara para as condições do licenciamento, o projeto pode ser fechado até ao final do ano e a obra arrancar no início de 2019”, avançou Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da autarquia, acrescentando ser decisão da Câmara prescindir das taxas de licenciamento: "abdicamos das receitas para ajudar a viabilizar um equipamento que Gaia quer, merece e precisa, um equipamento para a população, mas que o privado vai construir para usufruto da autarquia porque é a Câmara, por arrendamento ou com outra figura que encontremos, quem vai usar o centro”, um espaço que se pretende que "alavanque o concelho em inúmeros eventos de projeção internacional”.