Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 18 Out 2019 Biblioteca Pública Municipal de Gaia: 85 anos ao serviço da cultura A obra, coordenada por Francisco Barbosa da Costa, foi apresentada a 18 de outubro
«Biblioteca Pública Municipal de Gaia: 85 anos ao serviço da cultura». Este é o título da obra que ficará para sempre no espólio de Vila Nova de Gaia. Coordenada por Francisco Barbosa da Costa, com os contributos de Abel Barros, António Conde, Isabel Santos e Maria Alzira Moreira, este livro reúne as histórias dos 85 anos de vida deste equipamento, com testemunhos de várias figuras ligadas ao percurso da biblioteca.

"Apesar de viver, de perto, durante duas décadas, o pulsar da vida desta instituição, estava longe de pensar encontrar realidade tão gratificantes que constituem uma encantadora saga, onde pontificam exemplos de dedicação, de desejo de aprender, de vontade de servir a comunidade de tanta gente simples e pouco letrada que se deixou a apaixonar por esta casa, nas diferentes fases da sua existência, sobretudo, antes do 25 de abril”, disse o coordenador da obra, Francisco Barbosa da Costa.

Tal como se pode ler na obra, "em 28 de dezembro de 1933 foi criada a Biblioteca Municipal de Vila Nova de Gaia por Resolução de Câmara. Foi nomeado o Dr. Armando de Matos como o primeiro Diretor dos Museus Municipais (Museu Municipal Azuaga e Museu Municipal de Numismática), e Biblioteca Pública de Gaia. O vereador da Instrução da Câmara Municipal de Gaia, o senhor Padre Joaquim Moreira de Sousa, figura de elevado apreço na sociedade gaiense, propôs na referida sessão da Câmara, a criação da Biblioteca de Gaia, justificando ‘as necessidades prementes de uma terra que precisa de cultura e saber. Por isso, nada melhor do que uma biblioteca que permitia a todos aceder aos livros, que são os testemunhos da nossa vida e do nosso pensamento’ (…) o lançamento da primeira pedra foi precocemente feito em 26 de maio do ano seguinte”.

Para Eduardo Vítor Rodrigues, "nestes 85 anos da Biblioteca Municipal de Gaia, importa olhar para o passado de uma das maiores instituições do nosso concelho, mas, mais do que isso, é de vital importância projetar o futuro. Um futuro que assegure uma herança e que garanta que as gerações vindouras possam usufruir de um espaço de desenvolvimento e de captação de diferentes públicos”.