Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 30 Out 2019 Autarquia vai realojar 26 famílias de etnia cigana Trata-se da comunidade que vive nas margens da A1, em Grijó
A Câmara Municipal de Gaia vai realojar as 26 famílias de etnia cigana que vivem nas margens da autoestrada A1, em Grijó, num projeto no valor de três milhões de euros. Trata-se de "um problema com mais de uma década", cuja resolução terá início em 2020 com o lançamento de concurso para construção de um novo núcleo habitacional na mesma freguesia. O autarca acrescenta que "não haverá desenraizamento, haverá sim cautela em garantir que, no dia em que realojarmos as pessoas, serão realojadas aquelas que lá estão agora. Não podemos multiplicar os casos.

Queremos resolver aquele problema pela imagem da cidade, mas também para dar dignidade àquelas pessoas, responsabilizando-as. As crianças têm de ir para a escola e os pais têm de trabalhar".
O projeto está a ser negociado com as Infraestruturas de Portugal, proprietária do terreno onde, atualmente, vivem as famílias, e faz parte de uma candidatura ao PEDU - Planos Estratégicos de Desenvolvimento Urbano.