Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 05 Fev 2019 Arcozelo recebeu a primeira reunião de Câmara descentralizada Seguir-se-ão Oliveira do Douro e Avintes, nos próximos dois meses
A Junta de Freguesia de Arcozelo acolheu, a 4 de Fevereiro, a primeira reunião de Câmara descentralizada desde que foi aprovado o novo regimento que tornou todas as reuniões públicas. 
Entre vários assuntos, foram aprovados, por unanimidade, os protocolos a celebrar entre a Câmara Municipal e o Ministério da Educação para a construção de pavilhões gimnodesportivos nas escolas básicas de Santa Marinha e de Olival, com um custo total de 2,8 milhões de euros. "São escolas que têm vindo a perder alunos e onde não há, atualmente, um local para a prática de educação física. Estes pavilhões – totalmente pagos pelo Município – pretendem dar dignidade e valorizar as escolas, os agrupamentos e a comunidade”, afirmou Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal. 
O executivo aprovou, também, o lançamento do concurso para a reabilitação da Biblioteca Municipal, num projeto de cerca de 1,4 milhões de euros a estar concluído no final de 2020. A obra terá comparticipação no âmbito da candidatura ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) e incidirá na troca de caixilharia, arranjo de telhado, melhorias internas e externas e atualização do espólio, nomeadamente no que respeita ao arquivo e zona dedicada ao serviço de leitura especial, um núcleo dedicado a leitores invisuais. "Neste momento, está num local que não se coaduna com a importância do trabalho que faz. É o melhor núcleo deste género em bibliotecas públicas. Vamos relocalizá-lo”, explicou Eduardo Vítor Rodrigues.
Na reunião foram, ainda, aprovados os protocolos de colaboração com a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Gaia e com a Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (CerciGaia), tendo em vista a continuidade  da implementação do programa Gaia Aprende+(i), num valor superior a meio milhão de euros. 
A reunião de Câmara na freguesia de Arcozelo abriu um novo ciclo que pretende chegar mais perto dos cidadãos. Na impossibilidade de se deslocarem aos Paços do Concelho, onde decorrem todos os meses, na terceira segunda-feira, as reuniões de Câmara, os gaienses têm agora a oportunidade de fazer chegar as suas sugestões de uma forma mais próxima e direta.