Notícias 06 Nov 2017 Apresentação do livro «Segredos de Gestão Estratégica e Inovação» em Gaia A obra aborda a PT, Macau e outros desafios de Murteira Nabo

Mais do que narrar o percurso profissional de Francisco Murteira Nabo, o livro «Segredos de Gestão Estratégica e Inovação – A PT, Macau e outros desafios de Murteira Nabo» é uma abordagem essencial a um mundo cada vez mais competitivo, onde a inovação assume a dianteira. A apresentação da obra decorreu no dia 6 de novembro, no Espaço Corpus Christi, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, de Francisco Murteira Nabo, da autora, Albertina Dias, e de Carlos Melo Brito, pró-reitor da Universidade do Porto, a quem foi entregue a responsabilidade de apresentar a obra.
Descrevendo casos reais de gestão estratégica e inovação, este livro, editado pela Gradiva, identifica desafios atuais, ao mesmo tempo que possibilita uma imersão numa experiência real de estratégia de negócios. Para Eduardo Vítor Rodrigues, "é um grande orgulho ter a presença de Murteira Nabo, uma referência concetual e prática do que de melhor se fez na área pública e na gestão empresarial do nosso país nas últimas décadas”. É também de inspiração que o presidente da Câmara Municipal de Gaia fala. "Precisamos de pessoas que possam dizer bem de Vila Nova de Gaia e, por isso, Francisco Murteira Nabo é uma presença inspiradora pelo exemplo que representa e pela inspiração que pode induzir para o nosso futuro trabalho. Inspira-nos para muitas coisas que pretendemos concretizar”, disse Eduardo Vítor Rodrigues, que ambiciona captar para Gaia indutores do investimento que permitam que o concelho concretize os seus desafios, valorizando o território e fixando populações.
O livro está dividido em três grandes componentes. Num primeiro momento, numa narração na primeira pessoa, é feita uma revisão autobiográfica de Murteira Nabo. Posteriormente, são apresentados 14 casos de gestão e, por fim, a obra termina com um conjunto de reflexões sobre a Europa e o Mundo, a gestão e o futuro. Para Carlos Melo Brito, "o que distingue Murteira Nabo é o seu pensamento estratégico”. Tendo consciência de que ninguém tem a receita para o sucesso, o pró-reitor da Universidade do Porto defende que o importante é "aquilo que podemos fazer para partilhar o que vivemos”, e é este, também, o papel deste livro. "Não se trata de ensinar mas sim de colocar a experiência adquirida ao serviço das pessoas. É um privilégio ter acesso a esta experiência”, defendeu.
Resultante de uma gravação feita ao longo de três anos, o livro, da autoria de Albertina Dias, desvenda as razões de determinadas decisões estratégicas. "É preciso fazer quase tudo com muita paixão como Murteira Nabo fez ao longo de tantos anos. Tentei fazer justiça à imensa sabedoria de uma vida quase exclusivamente retratada, com sinceridade, transparência e capacidade de partilha”, descreveu Albertina Dias, passando, por fim, a palavra a Francisco Murteira Nabo que não se cansou, ao longo da sua intervenção, de se assumir como "um homem com sorte e feliz”.
Com apenas 27 anos de idade, foi nomeado presidente da Marconi, "sem saber nada”, recordou. Hoje, sente-se na obrigação de transmitir às pessoas tudo aquilo que aprendeu, exercendo as funções de um professor que sempre quis ser e nunca foi. "Sinto uma grande necessidade de transmitir experiências, de contar histórias e de tudo o que está por trás do sucesso e do insucesso (…) o segredo do sucesso está aqui expresso, em casos concretos. É tudo memória”, concluiu.
«Segredos de Gestão Estratégica e Inovação – a PT, Macau e outros desafios de Murteira Nabo» é um livro para universidades, estudantes, académicos e professores. É um livro para curiosos e não só. "É uma transmissão de informação, sem qualquer pretensão”, definiu Murteira Nabo.


Quem é Francisco Murteira Nabo?
Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras da Universidade Técnica de Lisboa, Francisco Murteira Nabo, depois de terminar o curso, começou a trabalhar na Companhia Portuguesa Rádio Marconi, onde foi presidente do Conselho de Administração de 1978 a 1982. Depois disso, foi vice-presidente da Sorefame, presidente da Portugal Telecom, vogal do Conselho de Administração do Banco Espírito Santo, administrador não executivo da Holdomnis – Gestão e Investimentos e do Seng Heng Bank de Macau, presidente da COTEC Portugal, presidente da Câmara do Comércio e Indústria Luso-Chinesa, membro da Associação Comercial de Lisboa, do Conselho Superior de Ciência, Tecnologia e Inovação, do Conselho de Curadores da Fundação Oriente, do Conselho Consultivo do INSEAD e presidente da direção da Proforum – Associação para o Desenvolvimento da Engenharia.
Em 1991, foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Cristo. Em 2006, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. Em 2007, foi eleito Bastonário da Ordem dos Economistas. Em 2010, recebeu o grau de Doutor Honoris Causa, pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau.
Na sua vida política, foi vereador da Câmara Municipal de Lisboa e secretário de Estado dos Transportes no IX Governo Constitucional. No final dos anos 80, partiu para Macau, onde foi secretário adjunto para a Educação, Saúde e Assuntos Sociais e secretário adjunto para os Assuntos Económicos.

Mais sobre a autora, Albertina Dias:
Doutorada em Economia, investigadora do GITICE (Grupo de Investigação em Tecnologias de Informação e Comunicação) da Universidade de Huelva (Espanha) e professora universitária, Albertina Dias fundou, em 2005, a MIST – Modelling Innovation Sustainability and Technologies. Com uma licenciatura em Economia e mestrado em Estatística e Gestão da Informação, pela Universidade Nova de Lisboa, a autora exerceu cargos de gestão em várias empresas multinacionais, tendo ainda fundado, em 2005, a SbH – Solutions by Heart. Desde 2008, Albertina Dias colabora de forma ativa com instituições relacionadas com os temas da economia da inovação e do conhecimento, como por exemplo o NCP (New Club of Paris) e o OISPG (Open Innovation Strategy and Policy Group).