Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 27 Set 2018 AMP lança quatro roteiros temáticos do património cultural Serão 17 concertos de entrada livre, em 17 espaços emblemáticos dos 17 municípios da AMP
No Ano Europeu do Património Cultural, a Área Metropolitana do Porto desenvolveu um projeto apostado em criar quatro roteiros temáticos para exploração da nossa «herança cultural», com informação sobre tradições, saberes, artes e memórias. O lançamento decorreu a 24 de Setembro, na Casa-Museu Teixeira Lopes, em Vila Nova de Gaia. 

«Ofícios e Indústrias», «Barroco», «Património dos Caminhos de Santiago» e «Artes e Arquitetura» são os títulos dos roteiros que propõem uma viagem pelos 17 municípios, "onde, em cada lugar, monumento ou museu, o visitante pode conhecer e experienciar histórias e tradições seculares”. 

Os Roteiros Temáticos do Património Cultural da Área Metropolitana do Porto estão integrados no projeto PIN – Museus e Património Cultural da AMP –, a plataforma online que agrega informação sobre museus e monumentos classificados nos 17 municípios que integram a AMP e destinam-se a proporcionar uma forma diferente de descobrir o território.

Nesta sessão de lançamento foi, ainda, apresentada a programação do «Sons do Património», uma iniciativa em rede que promove, entre 27 e 30 de Setembro, 17 concertos em locais emblemáticos dos 17 municípios. Este cartaz de eventos tem como intuito celebrar o património com música, em sintonia com a comemoração do Dia Mundial do Turismo e das Jornadas Europeias do Património. Em Vila Nova de Gaia, esta celebração acontecerá no próximo dia 30 de Setembro, pelas 21h30, na Casa-Museu Teixeira Lopes, com um concerto do Lisboa String Trio.

Mais informação sobre os roteiros:

«Os Ofícios e as Indústrias» – está dividido em sete etapas, que atravessam a história e o património de 14 municípios, desde o linho ao vidro, passando pela chapelaria e o calçado, o papel e as artes gráficas, as minas de São Pedro da Cova, as rendas de Bilros de Vila do Conde e as comunidades piscatórias de Matosinhos e Espinho.
«Barroco» - dedicado às manifestações deste estilo artístico em nove concelhos.
«Património dos Caminhos de Santiago» – propõe uma viagem aos concelhos da AMP que são ainda hoje um território de passagem e de paragem fundamental para os peregrinos jacobeus em Portugal.
«Artes e Arquitetura» – propõe uma viagem pelo património artístico e arquitetónico que vem sendo classificado na região desde o século XIX, desde residências de escritores, mercados e esculturas ao ar livre, passando por museus privados, ateliers e piscinas de água salgada.