Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 13 Fev 2017 «Amar-te e Respeitar-te», com Jimmy P, alertou para a violência no namoro O rapper abraçou este projeto como forma de se aproximar das experiências dos jovens, uma parte significativa do seu público
A 13 de Fevereiro, data que antecedeu a celebração do Dia dos Namorados, o projeto pedagógico de combate à violência no namoro «Amar-te e Respeitar-te», desenvolvido pela Betweien em co-autoria com o músico Jimmy P, foi divulgado no Salão Nobre da Câmara Municipal de Gaia. A apresentação foi feita pelo rapper, nesta que será a primeira de várias apresentações que o Município levará aos alunos das escolas básicas do 3.º ciclo e do ensino secundário do concelho, também presentes nesta cerimónia.
 
Com o objetivo de capacitar e dotar os jovens com ferramentas de diagnóstico e de prevenção de comportamentos violentos no namoro, «Amar-te e Respeitar-te» conta com a parceria da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) que, entre outros aspetos, irá disponibilizar no site do projeto uma linha de apoio com o intuito de ser uma via de contacto e de pedido de ajuda para todos os intervenientes.
 
Integrada num projeto de combate à violência no namoro, a iniciativa inclui ainda a edição de um livro que reúne testemunhos reais. Aqui são descritas três realidades distintas: uma vítima masculina («Os homens não choram»); uma vítima feminina («Quanto mais me bates…») e, por fim, uma relação de namoro vivida no mundo virtual («Todos os dias da nossa vida real e virtual»). Cada história é complementada com um capítulo de «Dicas e Conselhos» e com a letra das músicas que Jimmy P compôs para o projeto («Ficar bem», «Quando dá errado» e «Como tu»).


 
Como artista de intervenção e de manifesto, Jimmy P abraçou este projeto pedagógico como forma de se aproximar das vivências e dos problemas dos jovens, uma parte substancial do seu público. Através desta temática, o objetivo passa por sensibilizar e mudar comportamentos, tal como partilhou o rapper. "É um motivo de orgulho o facto de me ter envolvido neste projeto. Não pretendo servir de exemplo para ninguém mas, se a música que faço e a minha visibilidade me permitem passar uma mensagem positiva e despertar comportamentos salutares nas pessoas, faz todo o sentido eu estar envolvido. Tendo em conta que é uma problemática muito atual, não podia deixar de dar a cara a este projeto e fazer aquilo que eu sei fazer bem, que é traduzir estes problemas em música”, referiu.
 
O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, recordou o momento em que o Município recebeu o convite para se envolver neste projeto pedagógico. "Quando fomos desafiados para participar nesta iniciativa, colocamos duas notas que nos pareciam importantes no âmbito da materialização do projeto. Em primeiro lugar, estamos a falar de um concelho com uma escala extraordinária, com milhares de alunos, e, por isso, o objetivo era tentar chegar a este conjunto alargado de alunos. Em segundo lugar, tivemos, de imediato, a convicção de que são temáticas importantes e que acabam por ser dissimuladas no dia-a-dia. A violência no namoro, às vezes, aparenta ser amor e paixão”, afirmou. É, por isso, de extrema relevância trazer este tema a debate, elucidando e falando abertamente de um problema que é de todos. Eduardo Vítor Rodrigues deixou ainda uma garantia e uma mensagem ao público presente: "da nossa parte terão o apoio necessário para que este projeto tenha sucesso. Através da mensagem do Jimmy P e da sua equipa, espero que consigam vivenciar assuntos sem terem que os experimentar pessoalmente”, concluiu.
 
Mais informações acerca do projeto podem ser consultadas nos seguintes endereços: www.amar-teerespeitar-te.com e www.facebook.com/amarteerespeitartejimmyp.