Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Notícias 12 Jun 2019 220 jovens de Gaia vão participar na Universidade Júnior 2019 Autarquia assinou protocolo de colaboração com a Universidade do Porto
A Câmara Municipal de Gaia e a Universidade do Porto assinaram, a 12 de Junho, no Auditório Municipal, um protocolo de colaboração que irá permitir que 220 estudantes do ensino básico e secundário do concelho frequentem os cursos de verão da Universidade Júnior deste ano, uma iniciativa que irá decorrer de 1 a 26 de Julho.

O Município assegura a participação dos estudantes selecionados nos cursos de Verão, relativamente à inscrição semanal (75 euros por aluno) e ao transporte entre Gaia e os polos da Universidade do Porto onde decorrem as atividades. Além disso, o Município garante ainda o pagamento total do valor da inscrição semanal dos cursos de verão aos alunos que, cumulativamente, lhes seja reconhecida excelência/mérito e que apresentem carências económicas devidamente comprovadas. Haverá ainda um responsável, nomeado pela Câmara Municipal, que servirá como ponto de contacto com a Universidade do Porto e com os jovens interessados em candidatar-se aos apoios aqui garantidos, a quem competirá fazer as inscrições e confirmá-las quando tal seja solicitado.

Para Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, com esta iniciativa "os jovens podem participar de uma forma precoce num evento que tem sido marcante para todos aqueles que já participaram”. O objetivo da autarquia passa por manter uma tradição existente e fazer desta medida uma das componentes mais importantes das competências do Município no domínio da educação. "Abraçamos a educação como uma prioridade absoluta, fazendo uma ponte muito forte entre esta vertente e a ação social”, referiu.

António de Sousa Pereira, reitor da Universidade do Porto, elogiou o renovado e acrescido interesse do Município de Gaia pela Universidade Júnior. "A cooperação com os municípios é fundamental para garantir a amplitude geográfica e a diversidade social da Universidade Júnior, considerando os importantes apoios pecuniários, logísticos e humanos que as autarquias concedem aos alunos que frequentam o programa”, afirmou.

Desde o seu início, em 2005, passaram pela Universidade Júnior mais de 65 mil alunos Esta iniciativa tem assumido uma importância crescente ao longo dos anos. Para 2019, estão previstos cerca de 7000 estudantes que irão contactar de perto com a experiência de frequentar o ensino superior. De segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, os jovens poderão participar em diversas atividades e projetos de investigação em áreas tão diversificadas como as ciências, tecnologias, humanidades, artes ou desporto.