Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Eventos 14 Fev 2020 Encontros no Auditório - Flauta e Piano Auditório Municipal de Gaia
Encontros no Auditório
14 de fevereiro de 2020, 21h30

"Propomos a realização de um concerto, com uma abordagem a algumas das principais obras para flauta e piano de compositores portugueses, como Luiz Costa, Eurico Carrapatoso e Hugo Vasco Reis, num estreito diálogo com outras obras basilares do repertório composto para esta formação.”
Marco Pereira (flauta) e Lígia Madeira (piano)


PROGRAMA

GAUBERT, Philippe - Nocturne et allegro scherzando

COSTA, Luiz - Sonatina para Flauta e Piano, Op. 23
I. Allegro Moderato
II. Scherzino
III. Vivo

CARRAPATOSO, Eurico - Fantasia para flauta e piano 
I. Vivo 
II. Lento (Canção sem palavras) 
III. Dança de Anitra 
IV. Vivo

REIS, Hugo Vasco – Colors Seen in Silence (II) *

SCHUBERT, Franz – Variações sobre "Trockne Blumen” D 802

*estreia absoluta (peça apoiada pelo fundo cultural da SPA)

Bilhetes à venda nas nossas bilheteiras, na Fnac, na Worten e na Ticketline.
M/6 anos.

Fruto de uma forte identificação musical e interpretativa, o duo de Marco Pereira (flauta) e Lígia Madeira (piano) tem vindo a desenvolver-se desde o seu primeiro encontro enquanto estudantes, no Conservatório de Música do Porto. Agora docentes na mesma instituição, os músicos têm vindo a apresentar vários programas nos últimos anos numa experiência de grande intimidade com o texto, revelando-se numa especial comunicação com o público a partir de obras-chave para esta formação. A partir das suas linhas de trabalho individuais, Marco Pereira e Lígia Madeira revelam "um conjunto a todos os títulos justo e atraente” (Helena Sá e Costa, 2002), destilando de uma forma muito própria o objeto musical, moldando-o numa experiência de som de grande vivacidade, contraste e profundidade.


Marco Pereira tem vindo a construir a sua identidade como professor e intérprete, com distintas influências e formações, procurando sintetizar o que de melhor lhe podem dar tanto a nível humano como artístico. Considerado, nas palavras de Helena Sá e Costa, um músico de "grande entusiasmo e seriedade pela música, grande trabalho e compreensão justa", Marco Pereira nutre um respeito pelo ato de tocar e de ensinar, que prioriza na sua atividade performativa e pedagógica. Iniciou os estudos oficiais na Fundação Conservatório Regional de Gaia, prosseguindo-os no Conservatório de Música do Porto. Concluiu a Licenciatura em Flauta na ESMAE, onde também frequentou o Curso de Música Antiga – Flauta Traverso e, na Universidade de Aveiro, concluiu os Mestrados em Performance e Ensino de Música. Realizou também um Posgrado em Flauta, no Conservatori del Liceu, em Barcelona. A sua formação proporcionou-lhe a possibilidade de trabalhar com os professores Júlia Gallego, Christian Farroni, Magdalena Martinez, Olavo Barros, Raquel Lima, Eduardo Lucena, Luís Meireles, entre outros. E, em cursos de aperfeiçoamento, com os professores Michel Bellavance, Jacques Zoon, Maxence Larrieu, Michel Debost, Kathleen Chastain, Félix Rengli, Michel Hassel, Patrick Gallois, Jean Ferrandis, Herbert Weissberg, Vicens Prats, Istvan Matuz, Ana Maria Ribeiro, Nuno Inácio,Vasco Gouveia, entre outros. Tem dedicado uma importante parte da sua vida a ensinar, em diversos pontos do país e estrangeiro, como docente de escolas do ensino artístico, ou como orientador de cursos de aperfeiçoamento. Atualmente, é professor de flauta no Conservatório de Música do Porto e paralelamente, desenvolve uma carreira artística regular, que considera essencial para complementar a sua atividade docente, tendo integrado a Orquestra Portuguesa das Escolas de Música, Orquestra do Norte, Orquestra Filarmonia das Beiras, Banda Sinfónica Portuguesa, Toy Ensemble, entre outros. É membro fundador do Quarteto Assai, Duo Entr´acte e Al Trio.

Lígia Madeira nasceu na Covilhã, onde iniciou os seus estudos musicais. Em 1999 ingressa no Conservatório de Música do Porto na classe de Maria José Souza Guedes, onde conclui o curso complementar de piano com a máxima classificação. Participou em masterclasses orientadas por Helena Costa, Jörg Demus, Anne Queffélec, Jacqueline Bourgès-Maunoury, Pascal Devoyon, Sequeira Costa e Vitali Margulis, entre outros. Durante parte muito significativa da sua formação estudou com Madalena Soveral na ESMAE-IPP, com quem completou a licenciatura em piano e estudos de mestrado em interpretação artística. Paralelamente estudou, ao abrigo do programa Erasmus, na Academia de Música Franz Liszt em Budapeste, com István Lantos e frequentou uma pós-graduação em piano no Conservatório de Música de Zaragoza, sob a orientação de Josep Colom, Dominique Weber e Elisabeth Leonskaya. Em 2014 conclui o mestrado em ensino de música na Universidade de Aveiro. Distinguida em vários concursos e apoiada por uma bolsa de estudo da "Yamaha Music Foundation of Europe”, apresentou-se enquanto solista com a Orquestra Sinfónica da ESMAE e com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, sob direção de Rodolfo Saglimbeni e Alessandro Crudele, e com o Coro Casa da Música sob direção de Paul Hillier. Apresenta regularmente o seu trabalho a solo e de música de câmara em vários países, em colaboração com músicos tão diversos como Ana Bela Chaves ou Drumming - Grupo de Percussão, mantendo desde 2008 um duo com o pianista Luís Duarte. Desde 2013 é professora de piano no Conservatório de Música do Porto, e desde 2018 leciona também na Escola Profissional de Música de Espinho.