Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi

Anteriores

Exposições Anteriores
Fátima - Lugar de Memória
18 Mai a 13 Out 2017




No ano em que se assinala o centenário das Aparições de Fátima, o Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner e a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia perspetivam documentalmente os elos entre Gaia e Fátima, mergulhando os sentidos numa seleção de imagens que recriam essa atmosfera centenária e promovem uma mostra documental alusiva ao tema com base em documentação inédita, custodiada por este serviço bem como na recolha de elementos externos complementares.


Exposição
Agostinho Santos - 30 Anos

26 out - 8 dez 2017



Dividida em quatro polos, na Casa-Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo, na antiga esquadra da PSP, no Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner e no reservatório de água da Rasa.

Horário:
Segunda a sexta-feira, 9h-17h30

Veja o vídeo da inauguração



Exposição
António Almeida da Costa 1832-1915 Arte, formação, indústria & inovação




Exibição de produtos da Fábrica de Cerâmica das Devesas na Exposição de Louças, no Palácio de Cristal, 1901

António Almeida da Costa
1832-1915
"A principal figura da Fábrica de Cerâmica das Devesas - o seu mentor impulsionador - foi António Almeida da Costa, filho de José da Costa e de Maria do Carmo, natural de S. Domingos de Rana, no concelho de Cascais."

A ameaça do fim
O incêndio de 1913
"O terrível incêndio que deflagrou na Fabrica de Cerâmica das Devesas a 4 de agosto de 1913, por volta das 17h00, teve como causa provável um cigarro mal apagado por um operário, que rapidamente se propagou corpo central da fábrica."

Exposição Fotográfica
25 de Abril também passou por aqui



O Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner recebe, até 17 de junho, a exposição "O 25 de Abril também passou por aqui". Trata-se de uma seleção de fotografias alusivas à Revolução da autoria do fotojornalista Pereira de Sousa. A exposição dá a conhecer imagens do 25 de Abril e também do 1º de Maio.

Veja o vídeo da inauguração

 

Exposição Fotográfica
SOB GUERRA: GAIA NO FEMININO



PÁINEIS

Exposição
A quadra natalicia através d'O Comércio do Porto (1854-2004)


No Arquivo Municipal de Gaia, está patente a exposição Natal de Jornal. Esta mostra reúne as publicações do dia 25 de dezembro, do jornal O Comércio do Porto. Onde se pode observar a evolução gráfica e visual de 1854 a 2004, bem como perceber as abordagens a esta temática incontornável no último mês do ano, sob o prisma da própria evolução histórica, política e económica.

Conferência
O Poder Local em Tempos medievais



Conferência "O Poder Local em Tempos medievais : os forais enquanto instrumentos de organização comunitária", apresentada pela Professora Doutora Paula Pinto Costa (docente e presidente do Conselho Pedagógico da FLUP 

Conferência | Exposição
"O traje de outros tempos na freguesia de Mafamude"



Conferência acompanhada de exposição alusiva à temática "O traje de outros tempos na freguesia de Mafamude", apresentada por Maria Isabel Queiroz Silva de Lacerda (docente da Universidade Sénior Academia de Cultura e Cooperação de Santa Maria da Feira).

Exposição e Ateliers
Forais de Vila Nova de Gaia



Exposição e Ateliers Culturais em torno dos forais de Vila Nova e de Gaia - 1255, 1288 e 1518 - na Sala Polivalente do Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner.

Exposição de Fotografia
Avenida de Gaia - 2550 Metros de História



Marcando o início do funcionamento da estação de metro de Santo Ovídio, o Arquivo Municipal de Gaia - Sophia de Mello Breyner tem patente uma exposição de fotografia sobre a Avenida da República.

Com a designação de "Avenida de Gaia - 2550 Metros de História", esta exposição, composta por 50 imagens de arquivo, conta a história da principal artéria de Vila Nova de Gaia, onde agora passa a linha amarela do Metro do Porto.

Ciclo de Conferências
A Avenida de Gaia - 2550 metros de história



A casa Barbot. Um marco na construção da Avenida da República 
Por Maria de São José Pinto Leite. (Investigadora Artes decorativas)
15 de Março - 18h30 

Da geomorfologia à história do espaço onde se implantou a Avenida da República 
Por Joaquim António Gonçalves Guimarães (Historiador) 
13 de Abril - 18h30 

O Lugar do Torne: Memórias e vivências de uma escola que nasceu igreja
Por António Manuel Silva (arqueólogo) 
31 de maio - 18h30

A Avenida de Gaia e a sua cidade
Por Manuela Juncal(Arquitecta) 
14 de Junho - 18h30 

Exposição
Memórias do Município de Vila Nova de Gaia - Da fundação à actualidade



Através da mostra documental evocativa dos 176 anos do município de Vila Nova de Gaia e também da comemoração do centenário da República, pretendemos demonstrar que um arquivo municipal possibilita à instituição produtora um conhecimento profundo de si própria através da informação registada ao longo do tempo, bem como dar-se a conhecer à comunidade local.

Mostra fotográfica
Gaia no Feminino



GAIA NO FEMININO, é a mais recente mostra fotográfica do Arquivo Municipal Sophia Mello Breyner aberta ao público na Sala Polivalente, desde o dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher e estará patente até ao próximo dia 24 de Junho.

Exibe um conjunto inédito de vinte e quatro imagens, estruturadas em quatro núcleos fundamentais: CRESCER, AMAR, TRABALHAR E SER. Representam a mulher em Gaia, nos períodos mais marcantes da História Contemporânea Portuguesa, abrangendo a Iª República, Estado Novo e Democracia Parlamentar. 

Trata-se assim de homenagear a Mulher Portuguesa, relevando simbolicamente o seu contributo individual e colectivo para uma sociedade mais justa e uma existência mais plena.

Esta mostra, destinada ao grande público, está particularmente vocacionada para a população escolar para o que preparamos também visitas guiadas para diferentes níveis etários. 

Exposição
O Mosteiro de Nossa Senhora do Pilar - Para além da serra



Esquematizada em quatro grandes temas, A SERRA e o MOSTEIRO, a FORTALEZA e a CIDADE, a exposição exibe documentos que abrangem matérias relacionadas com a razão que condicionaram a escolha do terreno para a construção do mosteiro, a organização do espaço conventual, a vida monástica, a transformação do convento em fortaleza e por último a apropriação do mosteiro pela cidade. 

Exposição
Francisco d'Oliveira Ferreira, o arquitecto de Gaia



Gaia evoca vida e obra de Francisco de Oliveira Ferreira 

A exposição integra-se na homenagem municipal a Francisco de Oliveira Ferreira (1884-1957) por altura dos 50 anos sobre a sua morte, efeméride assinalada a 30 de Dezembro último.
Dinamizada pelo Pelouro da Cultura, Património e Turismo de Gaia, a iniciativa envolve também a edição de um livro e a realização de uma conferência, no dia 25 de Janeiro.
Quanto à exposição, de acesso livre de, reúne algum do espólio do arquitecto, incluindo material a partir de desenhos e projectos reunidos através do Arquivo Municipal.
Refira-se que Francisco de Oliveira Ferreira merece bem ser apelidado de "o arquitecto de Gaia" pois, apesar de ter nascido no Porto, fixou-se em Vila Nova de Gaia e foi daqui que assinou muitas obras emblemáticas que estão espalhadas por todo o País.
Ofuscado pela figura do grande arquitecto Marques da Silva, de quem viria porém a distanciar-se, Francisco de Oliveira Ferreira não é, talvez por isso, muitas vezes associado às obras que assinou.
Apesar disso, muitas delas figuram como emblemáticas de uma época e de um rasgo de concepção arquitectónica. Alguns exemplos são o edifício da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, o d' "A Brasileira", no Porto, o Monumento aos Heróis da Guerra Peninsular, em Entrecampos (Lisboa), e talvez o mais emblemático e ousado da sua carreira: o Sanatório Marítimo do Norte/Clínica Heliântia, em Francelos